Barcelona para todos os gostos e bolsos

Praia da Barceloneta numa tarde de verão

Já faz algum tempo que viajar para o exterior deixou de ser um sonho para poucos, com o planejamento adequado é possível controlar o orçamento e investir em um passeio para além das fronteiras do nosso país. Os brasileiros parecem ter aprendido a lição já que é cada vez mais comum ouvir grupos de “brasucas” falando português pelas mais diversas partes do globo.

Na Europa, nem mesmo a forte crise econômica que abala o continente tem afastado os turistas brasileiros que estão por todos os lados e sem sombra de dúvidas a Espanha está entre os destinos mais procurados pelos viajantes.  A proximidade do nosso idioma com o espanhol pesa na hora da escolha já que com um pouquinho de paciência é possível compreender os espanhóis e se você não dominar o idioma dos anfitriões vale arriscar o velho e bom “portunhol”, ou seja, aquela básica mistura de português e espanhol, você será compreendido sem maiores problemas.

A Espanha oferece uma diversidade de cenários e atrativos significativos, cada região do país apresenta traços culturais únicos, escolher o que visitar não é uma tarefa fácil.  Madri, Valência, Granada, Sevilha são cidades que merecem uma visita, mas se for a sua primeira viagem ao país vale apena começar pela fascinante e agitada Barcelona.

Todos os estilos

Capital da Catalunha, Barcelona é um dos destinos turísticos mais procurados não só pelos brasileiros, mas por viajantes do mundo inteiro.  Podemos dizer que Barcelona é o Rio de Janeiro da Espanha, uma cidade descontraída, alegre, com inúmeras praias e atrativos histórico-culturais, por cujas ruas é possível ouvir uma mistura caótica de idiomas. Ao falar em idiomas, vale lembrar que o idioma oficial da região da Catalunha chama-se catalão, não tão fácil de entender como o espanhol. Mas para facilitar a vida dos visitantes praticamente tudo na cidade está escrito nas duas línguas, espanhol e catalão.

Como todo grande e popular destino turístico Barcelona não é uma cidade barata, principalmente para os amantes das artes que buscam conhecer os inúmeros museus espalhados pela cidade, dentre os quais vale destacar o Museu Picasso, Museu Salvador Dalí, Museu Nacional de Arte da Catalunha, Museu Olímpico y del Deporte e a Casa Batlló, uma das obras mais expressivas do arquiteto Antoní Gaudí e um dos principais cartões portais da cidade junto com a famosa catedral inacabada da Sagrada Família, também projetada por Gaudí.

Barcelona é ainda um lugar para os amantes das compras, do futebol, da arquitetura e da boa comida! Os aficionados por compras poderão encontrar no bairro Passeig de Gracía grifes famosas como Channel, Calven Klein, Armani, Carolina Herrera, Prada dentre outras. Mas se você é um amante das compras, porém tem um orçamento bem mais modesto a região das Ramblas e os arredores da Praça da Catalunha são ótimas opções para gastar alguns trocados em roupas e sapatos. Uma sugestão é a grife espanhola Zara ou a rede inglesa Primark onde é possível comprar um par de sapatos ou um vestido gastando a bagatela de 7 euros.

Camp Nou

Aos fãs do futebol vale uma visita ao Estádio do Camp Nou, o maior estádio da Europa e casa do time do Barcelona. É possível fazer uma visita guiada pelo estádio e ainda adquirir uma lembrança na grande loja com artigos do clube que fica no local. Mas pode preparar o bolso, já o ticket para a entrada no estádio custa 21 euros adulto e 16.50 euros para crianças.

Ir a Barcelona e não experimentar as especiarias da cozinha catalã seria um verdadeiro pecado. O prato mais tradicional da região é a famosa paella que pode ser feita com arroz branco ou negro, frutos do mar, frango ou legumes. Para acompanhar você pode pedir uma bebida chamada sangria feita com vinho e frutas ou o tradicional mojiito. Para economizar vale a pena evitar os restaurantes da região da Barceloneta que são caros e muitos têm uma qualidade duvidosa. Na região do Bairro Gótico e da Ramblas é possível achar bons restaurantes por preços bem acessíveis, uma boa dica é o restaurante La Fonda que durante a semana oferece um menu completo com bebida incluída por 9.95 euros.

Destaques e roubadas

Cuidado com as bolsas e as carteiras! Em Barcelona, os turistas são alvos constantes de furtos, por isso mesmo redobrar a atenção principalmente durante os passeios pelas Ramblas ou as horas de lazer na praia pode evitar alguns aborrecimentos.

Ser turista em Barcelona requer também uma dose extra de paciência para enfrentar as longas filas nos museus e ainda mais o tratamento não muito gentil dos atendentes das lojas e restaurantes, digamos que atendimento de qualidade não é o ponto forte de Barcelona.

Não se espante se ao chegar à praia der de cara com muitas mulheres de todas as idades deitadas na areia, tomando um sol ou nadando nas águas mansas do Mar Mediterrâneo sem a parte de cima do biquíni. Fazer topless em Barcelona é uma prática comum e permitida, ninguém vai parar na prisão por andar com os seios a mostra na praia.

Um dos lugares que não pode ficar de fora do seu roteiro em Barcelona chama-se Parc Güell projetado pelo arquiteto Gaudí, o parque foi a tentativa da família Güell de construir uma vila em meio a natureza. Do parque é possível ter uma vista panorâmica da cidade e ainda conferir de perto a arquitetura retorcida, curvilínea e colorida das obras de Gaudí.  A entrada no parque é franca, mas se você estiver interessado em conhecer a Casa Gaudí que fica no local, o ticket custa 4.50 euros.

Em 1992, Barcelona foi sede dos Jogos Olímpicos e os reflexos do evento foram bastante positivos para a cidade. Além da Vila Olímpica que se tornou um atrativo turístico, Barcelona foi totalmente revitalizada ganhou em sinalização turística e qualidade no transporte público. Que os Jogos Olímpicos de 2016 façam ao Rio de Janeiro tão bem como fizeram a Barcelona e transformem a Cidade Maravilhosa na Barcelona do Brasil!

Daniella Barbosa