Mulheres enxergam serial killer como personagem de cinema

“Tiaguetes” permanecem mobilizadas nas redes sociais em prol do galã frio, misterioso e que conseguiu ludibriar as autoridades policiais por tanto tempo

Jogo Limpo com Rodrigo Czepak

Serial killer Tiago Rocha, julgado por várias mortes em Goiânia (Foto: Divulgação / Polícia Civil)

Serial killer Tiago Rocha, julgado por várias mortes em Goiânia (Foto: Divulgação / Polícia Civil)

Volto a escrever sobre o serial killer Tiago Henrique Gomes da Rocha por um único motivo: ele simplesmente não sai das paradas mórbidas de sucesso. Chegou hoje ao 23º julgamento, mais de 500 anos de detenção até o momento por crimes frios e inexplicáveis, superexposição na mídia e uma interminável lista de fãs em todas as camadas sociais. Meu estômago embrulha quando escuto mulheres de 16 a 50 anos manifestando interesse pela beleza e pelos mistérios de Tiago da Rocha. “Ele é bonito e atraente, um consenso entre nós. Acho que gostaríamos de estudá-lo melhor”, confessou, sorrindo, uma estudante universitária rodeada de amigas numa mesa de boteco em Goiânia.

Você aí pensando que a galera estava de zoeira com assunto sério. Claro que não. Elas foram capazes de contar detalhes dos homicídios assumidos pelo serial killer, se disseram impressionadas com os requintes de crueldade, mas mesmo assim permaneceram fiéis ao desejo de ter um instante reservado com o psicopata. Diante dos relatos, joguei a toalha e mudei de assunto. Fiquei apenas imaginando a dor e o sofrimento dos familiares de Thamara da Conceição Silva, assassinada por Tiago da Rocha com um tiro no peito em junho de 2014. Grávida, ela seguia para a igreja com o companheiro quando decidiu parar numa pequena praça da rua 3, no Centro. Morreu por estar no local errado, na hora errada.

LEIA MAIS: Pais são presos suspeitos de estuprar a filha de dois anos em Goiás

Vítimas

Tiago escolhia suas vítimas aleatoriamente, apostando no acaso e na mente doentia. Para frustração das fãs mais exaltadas, não havia olhar atraente, muito menos diálogo sedutor. Capacete na cabeça, arma em punho e o estrago feito em segundos. Essa é a maior revolta dos familiares de outras dezenas de Thamaras, mulheres sensíveis e determinadas que exalavam o prazer pela vida. A megaexposição e os elogios aos dotes físicos do psicopata representam um tiro a mais de misericórdia no coração de quem deseja vê-lo quitar parte de sua dívida com a sociedade. O débito integral só mesmo numa instância superior.

Nenhum dos argumentos citados anteriormente, entretanto, é capaz de diminuir o desejo e a curiosidade das “Tiaguetes”. Elas permanecem mobilizadas nas redes sociais em prol do galã frio, misterioso e que conseguiu ludibriar as autoridades policiais por tanto tempo. Um legítimo personagem das telas de cinema. Se alguém ainda duvida da constatação, espere para conferir a quantidade de mulheres interessadas em visitar Tiago da Rocha no presídio, logo após a conclusão da série de julgamentos. Senhas serão distribuídas para evitar tumulto.

Assim caminha a humanidade…

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter