Depoimento de Cachoeira na justiça é suspenso e não tem data para ocorrer

Advogado de bicheiro quer encontro reservado com cliente (Foto: Divulgação)

Quem estava ansioso para acompanhar o depoimento de Carlinhos Cachoeira na Justiça Federal goiana vai ter que esperar mais. Isso porque os primeiros depoimentos dos supostos envolvidos no esquema do bicheiro, previstos para esta quinta-feira (31) foram suspensos e ainda não tem data para ocorrer.

A decisão, do desembargador Fernando Tourinho Neto, acatou pedido da defesa que criticava restrições ao processo e a impossibilidade de conversar reservadamente com seu cliente.

Na decisão, Tourinho admite que o processo não pode continuar enquanto as companhias telefônicas não fornecerem dados complementares. Além disso,  enquanto não houver pelo menos quatro horas de conversa privada entre Cachoeira e seus advogados, sem supervisão de agentes da Polícia Federal.