Goiás vira em 4 minutos e vence o Fluminense no Serra Dourada pela Copa do Brasil

O Goiás Esporte Clube conseguiu nos minutos finais no jogo realizado no Estádio Serra Dourada uma virada importante diante do Fluminense no confronto de ida pela 4ª fase da Copa do Brasil.

A equipe esmeraldina venceu pelo placar de 2 a 1 e na partida de volta no Maracanã, joga com a vantagem do empate para estar nas oitavas de final da competição.

Flu dominou o 1º tempo

Nos primeiros minutos os indícios uma vitória fácil do Fluminense que dominava o jogo e abriu o marcador aos 9 minutos com gol do atacante Marcos Júnior após assistência de Wellington Silva. O time carioca mandou na etapa inicial, mas a expulsão de Diego Cavalieri que derrubou Carlos Eduardo fora da área com uma falta dura, acabou mudando o rumo da partida.

No 2º Tempo o técnico Sílvio Criciúma com o Goiás em vantagem no número de jogadores começou a tirar defensores e escalar atacantes. Michael, Aylon e Jean Carlos entraram, porém mesmo assim o Verdão não conseguia criar oportunidades e mostrava dificuldades para entrar na área adversária.

Iluminado

Foi aí que brilhou a estrela de Jean Carlos. Aos 39 minutos o meia acertou um forte chute, de fora da área e sem chances de defesa de Júlio César que substituiu Cavalieri. No lance seguinte o atacante Aylon foi tocado na área por Renato Chaves. Pênalti marcado e convertido por Léo Gamalho.

Goiás | Léo Gamalho comemora com os companheiros o gol da vitória sobre o Flu | Foto: divulgação

Léo Gamalho comemora com os companheiros o gol da vitória sobre o Flu | Foto: divulgação

Goiás 2×1 Fluminense

Local – Estádio Serra Dourada
Renda – R$ 194.220,00
Público 15.005 pagantes
Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza (SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Grasse (SP) e Miguel Cataneo Ribeiro (SP)

Goiás – Marcelo Rangel; Helder (Michael), Fábio Sanches, Everton Sena e Jefferson (Aylon); Victor Bolt Jean Carlos), Patrick, Léo Sena e Thiago Luís; Carlos Eduardo e Léo Gamalho. Técnico: Sílvio Criciúma.

Fluminense – Diego Cavalieri; Lucas, Henrique, Renato Chaves e Léo; Orejuela, Wendel, Sornoza (Júlio César) e Wellington Silva; Marcos Júnior (Calazans) e Henrique Dourado (Pedro). Técnico: Abel Braga

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter