Fifa autoriza cobrança de escanteios com as mãos no futsal

Outras medidas polêmicas também foram aprovadas pela entidade em assembleia na Eslovênia

Decisão da Fifa gerou polêmica: entidade resolveu liberar a cobrança de laterais e escanteios com as mãos no futsal | Foto: Reprodução

Decisão da Fifa gerou polêmica: entidade resolveu liberar a cobrança de laterais e escanteios com as mãos no futsal | Foto: Reprodução

Uma decisão da Federação Internacional de Futebol (Fifa) gerou polêmica nos últimos dias. A entidade resolveu liberar a cobrança de laterais e escanteios com as mãos no futsal.

Responsável pelo esporte desde 1989, a Fifa liberou que o jogador possa escolher entre repor a bola com os pés – como é feito há 30 anos – ou com as mãos.

A ideia é que a nova regra fará com que o número de gols no futsal aumente, com jogadas mais dinâmicas e de velocidade.

A medida e outras quadro mudanças foram estabelecida em assembleia realizada durante a Uefa Euro Futsal, na cidade de Liubliana, na Eslovênia.

O representante do Brasil, presidente da Confederação Brasileira de Futsal (CBFS) Marcos Madeira, votou contra a mudança nas cobranças de laterais e escanteios.

LEIA MAIS: Conheça os 7 ex-esmeraldinos que podem formar metade do América-MG em 2018

Mais mudanças

Outras decisões aprovadas referem-se à reposição de bola pelo goleiro, ao uso do goleiro-linha e às decisões por pênaltis.

Nesse sentido, goleiros não poderão mais lançar a bola diretamente ao ataque: a bola terá de tocar na quadra de defesa antes de chegar à outra metade.

Já o goleiro-linha só poderá ser utilizado por uma equipe que estiver perdendo. Por fim, o número de cobranças de pênaltis em partidas eliminatórias sobe para cinco, assim como já é no campo.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter