Robinho é condenado a 9 anos de pena por assédio sexual

Segundo a denúncia, ele e outros cinco homens teriam praticado crime contra uma mulher de 22 anos

Robinho está atualmente no Atlético de Minas Gerais | Foto: Bruno Cantini/Atlético MG

Robinho está atualmente no Atlético de Minas Gerais | Foto: Bruno Cantini/Atlético MG

O atacante Robinho, 33 anos, foi condenado nesta quinta-feira, 23, a nove anos de prisão pela Justiça italiana. Ele é acusado de ter praticado crime sexual no país.

Segundo informações da agência de notícias Ansa, o caso aconteceu em uma boate na cidade de Milão, em 22 de janeiro de 2013. Além de Robinho, que na época atuava pelo Milan, outros cinco homens, contra uma mulher de 22 anos de origem albanesa.

A imprensa italiana relatou que o brasileiro entrou em contato com a mulher mais cedo no dia do crime durante um jantar em que estava acompanhado por amigos e até por sua esposa. A jovem teria denunciado o caso apenas meses mais tarde.

Por enquanto, Robinho não enfrentará nenhuma punição devido à condenação. Isso porque cabe recurso contra a sentença. Ele nega envolvimento no caso.

LEIA MAIS: Conheça o Melhor Hambúrguer de Goiânia eleito pela Revista Veja

Confira a nota do jogador divulgada na época do fato: 

“Robinho lamenta o episódio, que é levantado sem qualquer fundamento, justamente em um período que atravessa uma boa fase profissional, pessoal e familiar.

Em relação ao caso de Londres, fato não apurado profundamente pela imprensa e lembrado agora de forma oportunista, Robinho informa que foi acusado de forma leviana e mentirosa; sendo que, após investigação policial (concluída), foi comprovada a sua inocência, e, em contrapartida, a autora da falsa acusação foi denunciada pela polícia londrina e responde processo pelo crime de falsa acusação e calúnia.

Robinho afirma que, apesar de revoltado, está muito bem amparado pela família e em Deus. Ele agradece a todos que torcem por ele, que conhecem sua índole, e, portanto, sabem que jamais cometeria tal ato.”

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter