Vindo de goleada e com promessa da base, Vila representa o Estado na Copa do Brasil Sub 17

Por não estar na Série A e nem mesmo entre os 12 melhores da Segundona, o Goiás Esporte Clube ficou de fora da competição

Copa do Brasil Sub-17 tem participação de 32 equipes nacionais | Foto: Divulgação

Copa do Brasil Sub-17 tem participação de 32 equipes nacionais | Foto: Divulgação

Vila Nova e Atlético Goianiense representarão o Estado de Goiás na Copa do Brasil Sub 17, que reunirá vários times brasileiros em busca do título. O Colorado estreia nesta quarta, 27, na competição que revela craques do futebol nacional desde 2013.

Dos 32 participantes, 20 garantiram a vaga por terem participado da Série A em 2016 e os outros 12 por estarem entre os melhores da Série B. Justamente por causa desses quesitos, o Goiás Esporte Clube ficou de fora.

A estreia do Tigrão será realizada às 15h30 desta quarta-feira, 27, no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga (OBA). O time enfrenta o Sport Recife e precisa vencer para ir ao Nordeste na próxima semana. Um derrota com diferença igual ou superior a dois gols elimina as chances do Vila de jogar em Recife.

O time colorado vem de uma vitória de 5 a 0 na última partida, quando enfrentou o Abecat durante disputa da Taça Mané Garrincha Sub 17 da 1° Divisão. No campeonato, o Tigre ocupa a 3° posição da tabela.

LEIA MAIS: Presidente do PSG oferece milhões a Cavani para que ele deixe Neymar liderar o time

Joia da base

Uma das apostas do técnico José Roberto para a partida de quarta feira é o jovem Baltazar Costa Rodrigues de Oliveira, o Batata, que nasceu em Jaraguá e há dois anos faz parte das Categorias de Base do Vila. O jovem volante foi descoberto por um dos treinadores do Vila e, com apenas 17 anos de idade, o atleta coleciona títulos.

“No Vila, pontuamos quatro campeonatos, dois (goianos) como vices e dois em primeiro lugar (Taça Mané Garrincha e Copa Goiás)”, contou Batata. De acordo com seu treinador, ele se destaca por ser altamente técnico e inteligente. “Sem dúvidas, hoje, ele é a joia da base”, afirmou o professor.

O jogador já chegou a disputar a Copa do Brasil, no sub 19, na ocasião em que o Vila perdeu para o São Paulo e foi desclassificado. Porém o volante garante que dessa vez a história não vai se repetir, até porque ele contará com um apoio extra. “Meus pais virão de Jaraguá para assistir o jogo, o que aumenta ainda mais minha confiança”, destacou.

Desde criança Batata sonha em ser jogador, e o apoio da família foi fundamental quando ele decidiu vir para Goiânia. “No começo foi difícil, mas todos nós entendemos que tudo que estávamos vivendo era em nome de algo maior. O futebol é a minha vida”, pontuou. Atualmente, ele mora no alojamento dos atletas, que fica no OBA e os colegas de time, juntamente com as equipes das Categorias de Base passaram a ser sua nova família.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter