Estudantes do Zezão criam jornalzinho estudantil

Fomentar a educação e dinamizar a estudantina. Foi com essas ideias que o Jornal Folha Z desenvolveu no Colégio Estadual Deputado José de Assis, vulgo Zezão, situado no maior Bairro de Goiânia, o projeto: “A arte de escrever bem”, que consistiu em ajudar os estudantes do terceiro ano noturno a criarem um jornalzinho dentro da escola e, por fim, aperfeiçoar a escrita dos mesmos.

O projeto foi coordenado pelo editor-chefe do Folha Z e ex-aluno do Zezão, Guilherme Coelho, sob a supervisão da professora de Língua Portuguesa, Valéria Rangel. “É uma alegria muito grande poder contribuir na educação de dezenas de jovens. Esse projeto abre espaço para que os estudantes apresentem suas inquietações e incertezas”, afirmou Coelho, enfatizando que o jornal é pioneiro na realização desse projeto.

Durante três meses e meio, uma equipe do Folha Z esteve presente pelo menos uma vez por semana no Zezão, sempre às terças-feiras, orientando os alunos sobre como desenvolver um jornalzinho estudantil e mostrando para eles como é possível escreverem bem. “Estudante não entra na faculdade se falhar na redação”, declarou o fotógrafo Valdemy Teixeira, um dos supervisores do projeto.

Escrita

Guilherme Coelho disse que ensinar a escrever é função do professor. Segundo ele, jornalistas podem contribuir para aprimorar a escrita dos estudantes. “Esse projeto propõe ajudar os alunos do terceiro ano. Todos sabem que escrever é uma atividade difícil, complexa, resultado da boa alfabetização, hábito da leitura e muita, muita prática. Estou exercendo a cidadania. Me vejo na obrigação de contribuir na educação destes estudantes”, afirmou ele.

Brenda Fernandes, 17 anos, aluna do 3º ano 1, estuda no Zezão desde 2006. Para ela, o projeto permitiu, através do jornalzinho criado pelos alunos, que toda a estudantina tivesse conhecimento da atual realidade do colégio. “As matérias ficaram boas e algumas engraçadas. Gostei muito da reportagem que relata que os banheiros masculino e feminino são destruídos pelos alunos”, destacou. “Contudo, o que mais me chamou atenção nesse projeto foi o espírito jornalístico de alguns estudantes”, assegurou Brenda.

Para encerrar o projeto, o Folha Z realizou um mega evento no Zezão. DJ Estevão Mello animou a festa, que contou com a presença do berranteiro Zé Capeta, do artista plástico Waldomiro de Deus, do veterinário Leonardo de Paula – que levou vários bichos para o evento, dentre eles uma jibóia de quase um metro – e do vereador Bruno Peixoto (PMDB). “Fiquei impressionado com o resultado final dessa iniciativa. O jornalzinho ficou muito bom. Os estudantes tiveram a oportunidade de expressar seus anseios e sentimentos através do jornalzinho feito por eles”, afirmou o parlamentar.

Durante o encerramento do projeto, todos que estavam presentes assistiram a um vídeo dos alunos do terceiro ano produzindo o jornalzinho da escola, que recebeu o nome de Zezão News. A festa de encerramento do projeto iniciou às 20 horas. Houve queima de fogos de artifício e sorteio de vários brindes.