Governador Perillo queria e será convocado por CPMI do Cachoeira

Governador queria depor e será convocado (Foto: Goiás Agora)
O governador Marconi Perillo queria falar na CPMI do Cachoeira. Agora vai poder! A Comissão aprovou nesta quarta-feira (30) a convocação dos governadores Marconi Perillo (PSDB), de Goiás, e Agnelo Queiroz (PT), do Distrito Federal. A quebra de sigilo do governador tucano também deveria ser votada, mas foi adiada.

No entanto, a CPMI rejeitou a convocação do governador do Rio, Sérgio Cabral, também suspeito de relações ilícitas com o esquema do bicheiro Carlinhos Cachoeira, preso pela Polícia Federal.

O senador Demóstenes Torres, que já falou ao Conselho de Ética e negou conhecer os esquemas de Cachoeira, deve depor na CPMI nesta quinta-feira, mas a defesa dele já avisou que ele vai usar o direito de permanecer em silêncio.