Jovair: criação do plano de saúde gratuito demanda coragem

Em entrevista à Rádio Campinas o candidato à Prefeitura de Goiânia, Jovair Arantes (PTB), criticou a falta de ações do prefeito Paulo Garcia (PT), que é médico, na área de saúde. O petebista afirmou que desde o governo de Henrique Santillo  não são realizados grandes investimentos na estrutura do sistema municipal de saúde.

Embora a cidade seja referência nacional e da América Latina em algumas especialidades médicas, como oftalmologia, Jovair disse que Goiânia é uma das poucas capitais que não possui um hospital municipal que funcione de forma integral – o Hospital da Mulher sequer realiza parto em gestantes.

“Existem 700 hospitais privados, mas a prefeitura nunca construiu um hospital que funcionasse de verdade para atender a população. Nós vamos reequipar o Hospital da Mulher e colocá-lo para atender todas as demandas dos usuários.”

Jovair lembrou que o Santillo foi o último político a contribuir com a estrutura da saúde em Goiânia. Médico, Santillo construiu o Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo) e diversos Cais na cidade. “Falta ação e gestão. Hoje existem duas Goiânias: a rica e a despreparada”, comparou Jovair, citando recente estudo da Organização das Nações Unidas (ONU) que apontaram a capital do Estado como a cidade mais desigual da América Latina.

VAPT-VUPT

A proposta do candidato pela coligação Goiânia 24 Horas é enquadrar todos os postos de atendimento da prefeitura dentro do padrão de excelência e qualidade do Vapt-Vupt estadual, onde o que importa é a satisfação do usuário e a solução efetiva dos seus problemas. Todas as unidades funcionarão 24 horas por dia.