Avião da Chapecoense se partiu em três pedaços antes da queda, aponta investigação

Piloto descartou o combustível antes de tentar pousar. A aeronave ainda teria feito diversos giros no ar

Avião da Chapecoense se partiu em três pedaços antes de cair |Foto: Divulgação/AFP

Avião da Chapecoense se partiu em três pedaços antes de cair |Foto: Divulgação/AFP

A aeronave CP 2933, da companhia LaMia, que transportava a equipe da Chapecoense se partiu em três pedaços ao tentar realizar um pouso de emergência. Segundo informações do jornal “O Globo”, o piloto descartou o combustível antes de tentar pousar. A aeronave ainda teria feito diversos giros no ar. O avião era um Avro RJ85 e tinha 17 anos, modelo que não é produzido desde 2002.

A Chapecoense estava a caminho da cidade de Medellín, na Colômbia, onde faria o primeiro jogo da final da Copa Sul-americana, contra o Atlético Nacional iria jogar a final da Copa Sul-americana. A equipe pretendia fretar um voo direto para Medellín, porém, teve seu pedido negado pela Agência Nacional de Aviação (ANAC).

LEIA MAIS: Clubes de São Paulo vão emprestar, sem ônus, jogadores para a Chapecoense

O time da Chapecoense embarcou para a Colômbia na noite desta segunda-feira (28). Em nota, a Conmebol lamentou o acidente e suspendeu a partida da final. Até o momento, foram confirmadas 73 mortos no acidente. No voo estavam 81 pessoas, entre jogadores, dirigentes, convidados e jornalistas.

Imagens de radar mostram que avião da Chapecoense voou em círculo| Foto: Reprodução/ Flightradar

Imagens de radar mostram que avião da Chapecoense voou em círculo| Foto: Reprodução/ Flightradar

Voar em círculos

As autoridades de aviação civil da Colômbia acreditam que as investigações sobre as causas da queda do voo da Lamia LMI2933 que levava a equipe da Chapecoense para Medellín vai demorar algumas semanas. O piloto declarou situação de emergência minutos antes da queda devido a problemas elétricos, de acordo com autoridades do aeroporto de Medellín, onde pousaria.

As imagens de radares divulgadas na internet mostram o avião voando em círculos antes de cair na região central da Colômbia, o que poderia indicar que o piloto estava tentando desabastecer a aeronave. Segundo a Cruz Vermelha Colombiana, não havia combustível no local do acidente.

Segundo a agência de notícias Reuters, a aeronave, um BAe 146 que realizava um voo fretado, se partiu em dois, e apenas o bico e as asas estavam reconhecíveis, enquanto a cauda ficou completamente destruída pelo acidente, segundo um fotógrafo que visitou o local.

LEIA MAIS: Agora é oficial: Atlético Nacional cede título da Sul-Americana à Chape

O avião levava o time da Chapecoense à Colômbia para a disputa da final da Copa Sul-Americana contra o Atlético Nacional e caiu em La Unión, perto de Medellín, na Colômbia, onde a Chapecoense disputaria a primeira partida da final da Copa Sul-Americana contra o Atlético Nacional. A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) suspendeu a partida.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter