Para defender dono, cachorro morre em ataque de pit bull

Com o nome de Snoopy, o cãozinho fazia companhia para o aposentado Firmino Augusto havia sete anos. “Era muito doce, coitado. Muito, muito bom”, lamentou o dono

Cachorro Snoopy fazia companhia para o dono, o aposentado Firmino Augusto | Foto: Arquivo pessoal

Cachorro Snoopy fazia companhia para o dono, o aposentado Firmino Augusto | Foto: Arquivo pessoal

Um cachorro da raça dachshund morreu ao defender o dono de um ataque de um pit bull em Jaú (SP) na última quarta-feira, 14. Foi durante um passeio na rua que o cão, que estava solto, atacou a dupla.

Com o nome de Snoopy, o cãozinho fazia companhia para o aposentado Firmino Augusto havia sete anos. “Era muito doce, coitado. Muito, muito bom”, lamentou o dono.

De acordo com Firmino, ele voltava para quando foi atacado próximo a um posto de saúde. Os pacientes, inclusive, haviam fechado as portas do posto com medo da violência do animal. Um deles tentou ajudar o homem e o cão, mas não teve sucesso.

 

“Era muito doce, coitado. Muito, muito bom”, lamentou o dono | Foto: Arquivo pessoal

“Era muito doce, coitado. Muito, muito bom”, lamentou o dono | Foto: Arquivo pessoal

LEIA MAIS: OAB Goiás quer impedir criação de novo curso de Direito da UEG

Técnico de futebol, José Antônio Domingos usou um pedaço de madeira para tentar conter o cachorro. “No momento que eu vi aquele ato de dor, não tive outra iniciativa senão socorrer o senhor e o cachorro, que estava sendo engolido pelo pit bull, mas não foi possível. É tão verdade que até quebrou o pedaço de madeira”, relatou.

Depois de matar Snoopy, o pit bull ainda feriu outros dois animais na região. A filha do aposentado registrou um boletim de ocorrência na polícia, que investiga o caso.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter