Cowboy do PCC é preso em Goiânia com documento falso

Considerado maior traficante de droga e armas da Região Noroeste, ele negociava para trazer um fuzil AK-47 à capital

Maior traficante de droga e armas da Região Noroeste é preso em Goiânia. Ele é conhecido como o Cowboy do PCC | Foto: Divulgação/PC

Maior traficante de droga e armas da Região Noroeste é preso em Goiânia. Ele é conhecido como o Cowboy do PCC | Foto: Divulgação/PC

Considerado o maior traficante de drogas e armas da Região Noroeste de Goiânia, um membro do PCC foi preso na noite desta quinta-feira, 14.

De acordo com a Polícia Civil, Iuri Gomes Oliveira Ramires, o Cowboy do PCC, foi detido no Residencial Brisas da Mata, na capital.

O criminoso de 40 anos estava foragido da Justiça sul-mato-grossense havia cinco meses. Desta vez, também foi enquadrado por utilização de documento falso.

De acordo com o delegado Humberto Teófilo, do 22° Distrito Policial de Goiânia, Iuri já era investigado havia dois meses.

LEIA MAIS: Mãe é indiciada por facilitar estupro do próprio filho em Formosa

Criminoso usava documento falso quando foi apreendido | Foto: Divulgação/PC

Criminoso usava documento falso quando foi apreendido | Foto: Divulgação/PC

Cowboy do PCC

A Polícia Civil começou as investigações no caso após a realização de um levantamento sobre os pontos de drogas da região.

Por meio da ação, os agentes verificaram que a residência do suspeito era também um ponto de comercialização de entorpecentes.

Segundo a delegacia responsável, Iuri vendeu recentemente cerca de 800 quilos de maconha oriunda do Paraguai.

Além das drogas, de acordo com a investigação, Iuri também realizava o contrabando de armas de fogo. Ele já teria em andamento, inclusive, a negociação de um fuzil AK-47.

Em áudios citados pelo delegado, o criminoso alega que traria grande quantidade de pistolas caso uma negociação se concretizasse.

O suspeito, que apresentou documento com nome de Alexandre Nunes no momento da abordagem, já havia sido preso pela Polícia Federal (PF) com 20 quilos de droga.

Ele foi condenado pela Justiça do Mato Grosso do Sul, mas estava foragido.

Para atualizações minuto a minuto, siga o Folha Z no Instagram.