Grávida, criança de 11 anos é internada com suspeita de H1N1 em Goiânia

Ela foi admitida na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Materno Infantil, em Goiânia

Criança com suspeita de H1N1 é internada no Hospital Materno Infantil (HMI), em Goiânia | Foto: Eduardo Ferreira

Criança com suspeita de H1N1 é internada no Hospital Materno Infantil (HMI), em Goiânia | Foto: Eduardo Ferreira

Com suspeita de H1N1 e grávida, uma criança de 11 anos foi internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Materno Infantil, em Goiânia.

Segundo a unidade de saúde, a criança é de Ceres (GO) e foi admitida no último sábado, 14, com febre e falta de ar.

Com 28 semanas de gravidez, seu quadro de saúde é estável na tarde desta segunda-feira, 16. Ela foi encaminhada para um leito de isolamento, onde é medicada.

Por ser menor de 14 anos, a situação da criança deverá ser investigada pela polícia, já que se trata de estupro de vulnerável.

LEIA MAIS: Mensagem alerta para vírus mais potente que H1N1 em Goiânia. Fake news?

Confira a nota do HMI:

“O Hospital Estadual Materno-Infantil Dr Jurandir do Nascimento (HMI), da SES-GO – Governo de Goiás, esclarece que a paciente de 11 anos, grávida de 28 semanas, encaminhada da cidade de Ceres, deu entrada no Pronto Socorro da Mulher (PSM) da unidade no dia 14 de abril (sábado), com suspeita de Influenza devido à presença de febre e falta de ar.

Logo após ser atendida pela equipe multiprofissional do PSM, a paciente passou por exames clínicos e laboratoriais e foi encaminhada para um leito de isolamento na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Pediátrica, seguindo os protocolos estabelecidos pelo Ministério da Saúde (MS).

Os resultados dos exames deverão ficar prontos em até 5 dias. Devido à suspeita, desde o dia de sua entrada na unidade, foi introduzido a V.O.N. o uso de medicação indicada para o tratamento contra a Influenza.

O HMI informa ainda que o estado de saúde da paciente é estável, sem febre e, no momento, ela respira de forma espontânea.”

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter