Em Goiânia, PM vai a júri popular pela morte dos sogros e de uma criança

Policial será julgado pelas mortes do sogro, da sogra e de uma criança de 11 anos, além de lesão corporal contra a esposa

Júri popular analisa acusação de assassinato de familiares por PM em Goiânia | Foto: Reprodução

Júri popular analisa acusação de assassinato de familiares por PM em Goiânia | Foto: Reprodução

Vai a júri popular em Goiânia um policial militar acusado de assassinar vários membros da própria família em 2015.

O soldado Hélio Costa Vieira será julgado pelas mortes do seu sogro Raimundo Nonato da Silva, da sua sogra Maria Margarete da Silva, e de uma criança de 11 anos de idade.

Além disso, há também a acusação de lesão corporal provocada em sua então esposa, Sarah Silva Vieira Costa. Os crimes ocorreram em 2 de janeiro de 2015, no Setor Rio Formoso, em Goiânia.

O júri popular do PM será presidido às 8h30 desta quarta-feira, 7, pelo juiz Jesseir Coelho de Alcântara, da 3ª Vara dos Crimes Dolosos Contra a Vida e Tribunal do Júri de Goiânia.

Juiz Jesseir Coelho de Alcântara, da 3ª Vara dos Crimes Dolosos Contra a Vida e Tribunal do Júri de Goiânia | Foto: Divulgação/ TJGO

Juiz Jesseir Coelho de Alcântara, da 3ª Vara dos Crimes Dolosos Contra a Vida e Tribunal do Júri de Goiânia | Foto: Divulgação/ TJGO

Denúncia

Conforme denúncia do Ministério Público do Estado de Goiás (MPGO), o policial militar estava de folga no dia do crime, quando começou uma discussão em sua residência.

LEIA MAIS: Policial gay é pré-candidato ao Governo de Goiás

Consta, que, em seguida, ele teria efetuado vários disparos em seus parentes. A sua então esposa também foi baleada no braço.

Após o crime, o PM fugiu com três crianças e foi preso na cidade de Goiás. A esposa dele foi socorrida e encaminhada para o Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), onde passou por cirurgia.

Durante seu interrogatório, ele alegou que o sogro dele tentou agredi-lo com uma faca e, neste instante, ele teria efetuado um disparo.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter