Emagrecer dormindo? Estudo comprovou que é verdade!

Hormônio do sono inibe as células precursoras de gordura do corpo humano

Hormônio do sono inibe as células precursoras de gordura do corpo humano | Foto: Reprodução

Hormônio do sono inibe as células precursoras de gordura do corpo humano | Foto: Reprodução

Um estudo recente revelou que a melatonina- hormônio do sono – pode ajudar a emagrecer. Isso porque o sono reparador só acontece quando a glândula pineal, localizada no cérebro, produz de forma satisfatória o famoso hormônio do sono.

Lucinete Duarte é Médica Nutróloga | Foto: Arquivo Pessoal

Lucinete Duarte é Médica Nutróloga | Foto: Arquivo Pessoal

De acordo com a médica nutróloga Lucinete Duarte, este hormônio, secretado à noite, no escuro, é responsável pelo ciclo dormir-acordar. “Conhecido como relógio biológico, ele modula o sono, sendo responsável pelo sono reparador, que restaura o metabolismo cerebral e corporal. A melatonina também é um potente antioxidante, prevenindo o câncer e combatendo o envelhecimento, ativando substancias anti-inflamatórias e aumentando a vigilância do sistema imune”, explicou.

Entre as descobertas mais recentes sobre a melatonina, pesquisadores da universidade de Sassari, na Itália, descobriram que a melatonina inibe as células precursoras de gordura do corpo humano – “um tipo de célula tronco presente no tecido gorduroso”, apontou a médica.

LEIA MAIS: 5 dicas perfeitas para viajar a dois no Réveillon em Goiás

Em 2016, a Active Pharmacêutica (distribuidora de insumos farmacêuticos) ganhou o direito de comercializar a melatonina em farmácias de manipulação em todo o país, mediante receita médica.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter