Relatório da Segurança Pública aponta que furto a comércio em Aparecida caiu pela metade

Número de homicídios também caiu em Goiânia (-36,59%) e Aparecida de Goiânia (-25%)

Secretaria de Segurança Pública apresenta relatório com redução na criminalidade em Goiás | Foto: Divulgação  / PMGO

Secretaria de Segurança Pública apresenta relatório com redução na criminalidade em Goiás | Foto: Divulgação
/ PMGO

De acordo com estatísticas divulgadas pela Gerência do Observatório de Segurança Pública de Goiás, Aparecida de Goiânia apresentou queda na ocorrência de várias modalidades de crime no mês de setembro. Entre elas, a mais expressiva é dos furtos a comércios (-40,98%).

De 12 modalidades monitoradas pela Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP), nove retrocederam em Aparecida. Além dos homicídios (-25%), tiveram quedas tentativas de homicídios (-66,67%), roubos a transeuntes (-31,64%), roubos de veículos (-18,07%), roubos em residência (-2,27%), além de furtos em comércios (-40,98%) e furtos em residências (-37,05%). Os crimes de estupro, furto de veículos e furto a transeuntes, tiveram crescimento de 33,3%, 70,49% e 18,75%, nessa ordem.

O relatório aponta que, no período de janeiro a setembro, dez das doze categorias estão abaixo dos números do ano passado na cidade. Homicídios (-24,06%), estupros (-14,29%), tentativas de homicídios (-40,13%), latrocínios (-40%), roubos a transeuntes (-19,07%), roubos de veículos (-20,74%), roubos em comércios (-16,6%), furtos em comércios (-39,07%), furtos a transeuntes (-16,84%) e furtos em residências (-3,55%). Apenas roubos e furtos em residências apresentam oscilação positiva de 2,97% e 3,44%.

LEIA MAIS: Novos concursados são empossados na Alego e presidente planeja novo concurso

Estado

No Estado, todas as 12 naturezas de crimes consideradas de alta prioridade apresentaram redução no acumulado do ano e no mês segundo os dados da secretaria. Homicídios caíram em Goiânia (-36,59%), Aparecida de Goiânia (-25%) e Entorno do Distrito Federal (-31,34%)

Para o secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária, Ricardo Balestreri, o declínio da criminalidade em Goiás se deve a uma série de fatores, entre eles, os fortes investimentos nos setores de inteligência, tecnologia e, sobretudo “ao trabalho heroico e integrado das forças de segurança pública”.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter