Em Goiás, homem baleado no rosto não consegue socorro e é levado a hospital em caminhonete

Policiais militares e testemunhas trabalharam para imobilizar e transportar vítimas para o atendimento

Homem foi levado até o hospital na carroceria de caminhonete | Foto: Leitor/WhatsApp

Homem foi levado até o hospital na carroceria de caminhonete | Foto: Leitor/WhatsApp

Dois homens foram baleados na noite do último domingo, 10, em tentativa de duplo homicídio em São Francisco de Goiás, a 22 de km de Jaraguá. Segundo a Polícia Militar, o crime teria sido motivado por uma discussão entre três homens.

Testemunhas relataram que as vítimas estavam em um “pit dog” localizado em uma praça da cidade quando foram baleadas. Acionado, o Corpo de Bombeiros não conseguiu chegar a tempo de socorrer as vítimas devido à distância da sede da companhia, que fica em Jaraguá.

Os populares então acionaram o Hospital Municipal de São Francisco e solicitaram o envio de uma ambulância. O socorro, porém, foi negado pelo médico plantonista, que teria dito que esse trabalho só poderia ser realizado pelo Corpo de Bombeiros ou Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

LEIA MAIS: Relatos de assédio sexual aterrorizam mulheres no Jardim América

Socorro

Na tentativa de resguardar a vida das vítimas, os policiais militares imobilizaram um dos homens, baleado no rosto e na perna, e o transportaram para o hospital em uma caminhonete. A segunda vítima, baleada na boca, estava consciente e foi conduzido ao hospital por amigos.

As vítimas passaram por avaliação médica e não correm risco de morte. Tanto os casos das tentativas de homicídio, quanto da suposta omissão de socorro serão investigados pela Polícia Civil de Jaraguá.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter