Jornalistas são suspeitos de espalhar vídeo de sexo

O colunista Leo Dias, do jornal “O Dia”, e a assessora de imprensa Carolina Eller são os suspeitos de terem espalhado o boato de que seria Viviane Araújo a pessoa que aparecia em um vídeo de sexo no meio da rua. A polícia chegou aos nomes dos dois com a ajuda da própria atriz.

Ontem, dia 27, Viviane falou sobre o crime e declarou estar aliviada. “Só lamento pelo Leo, que eu, sempre que solicitada por ele, estava com a maior boa vontade em atendê-lo”.

Intimado a depor, Leo Dias negou ser o responsável pelo boato. Já Carolina Eller foi representada por um advogado, que jogou a culpa no colunista. “Minha cliente comprova que tudo partiu dele. Nós só não sabemos o porquê.”