Escritório do deputado João Campos, em Goiânia, é alvo de protesto contra proibição do aborto

"Aborto em casos de estupro não pode ser crime", destaca imagem de divulgação do ato

Em Goiânia, mulheres protestam contra PEC que criminaliza o aborto em qualquer circunstância | Foto: Leitor/ WhatsApp

Em Goiânia, mulheres protestam contra PEC que criminaliza o aborto em qualquer circunstância | Foto: Leitor/ WhatsApp

Uma manifestação contrária à PEC 181, que criminaliza o aborto até em casos de estupro e risco de vida para a mulher, está marcada para aconteceu em Goiânia no final da tarde desta segunda-feira, 13. “Aborto em casos de estupro não pode ser crime”, destaca imagem de divulgação do ato.

Nas redes sociais, grupos convocam internautas para o ato, que será realizado em frente ao escritório do deputado federal João Campos (PRB), que fica no Setor Sul. Isso porque o parlamentar goiano foi um dos articuladores na aprovação do destaque incluído em uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que versa sobre a ampliação de licença maternidade em caso de bebê prematuro.

Imagem divulga a manifestação nas redes sociais | Foto: Reprodução/ Facebook

Imagem divulga a manifestação nas redes sociais | Foto: Reprodução/ Facebook

As organizadoras do movimento em Goiânia pedem que os simpatizantes contribuam com performances artísticas, cartazes e tinta. Além disso, elas pedem que os participantes se atentem aos “riscos de ações mais radicalizadas devido à grande repressão a movimentos sociais na atualidade”. Por volta das 17h, manifestantes já começaram a se reunir no local.

LEIA MAIS: Representante do Comércio e Indústria de Goiás critica cartel dos táxis e regulamentação da Uber

Todo o Brasil

Atos semelhantes acontecerão em diversas capitais do Brasil nesta segunda. Além de Goiânia, também há eventos marcados para Belém, Belo Horizonte, São Paulo, Florianópolis, Curitiba, Porto Alegre, Fortaleza, Rio de Janeiro, Recife, Ribeirão Preto, Manaus, Brasília, Maringá, Salvador, Juiz de Fora, Campo dos Goytacazes, Nova Friburgo, Campo Grande, João Pessoa, Poços de Caldas, Taubaté e Uberlândia.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter