Protesto em memória da vereadora Marielle Franco é convocado em Goiânia

Após repercussão nas redes sociais, outros atos estão sendo organizados em mais de dez capitais brasileiras

Marielle Franco (PSOL) foi executada violentamente no RJ  na noite da última quarta-feira, 14 | Foto: Reprodução

Marielle Franco (PSOL) foi executada violentamente no RJ
na noite da última quarta-feira, 14 | Foto: Reprodução

Goiânia une-se à lista de capitais onde estão sendo agendadas mobilizações públicas em memória da vereadora do Rio de Janeiro, Marielle Franco (PSOL).

Em Goiânia, o evento “Marielle Franco, Presente! Marcha contra o genocídio negro” está agendado para a próxima sexta-feira, 16, às 17h na Praça Cívica. Cerca de 300 pessoas marcaram comparecimento.

O caso

Na noite da última quarta-feira, 14, Marielle foi executada violentamente no centro da capital carioca, quando voltava para casa após um encontro. O motorista do carro, Anderson Pedro Gomes, também morreu.

Conforme testemunhas, os criminosos emparelharam um veículo com o carro de Marielle e efetuaram os disparos. Nada foi roubado.

Rio de Janeiro, Belo Horizonte, São Paulo, Brasília, além de cidades do sul, norte e nordeste também planejam protestos e marchas não apenas em memória à Marielle como em denúncia ao assassinato em massa da população negra no Brasil.

LEIA MAIS: Leonardo Arantes diz ser perseguido por ‘fraudadores de seguro’

Marielle, presente!

Marielle Franco tem mestrado em Administração Pública pela Universidade Federal Fluminense e escreveu dissertação sobre as Unidades de Polícia Pacificadoras.

No fim de fevereiro deste ano, a vereadora havia sido nomeada relatora da comissão que acompanhará a intervenção militar no Rio de Janeiro.

Reconhecida pelo ativismo em direitos humanos, ela vinha denunciando as violências e abusos cometidos pela polícia no bairro de Acari.

Marielle foi a quinta vereadora mais votada da capital carioca.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter