Servidor é preso dentro do prédio da SMT por estupro

Foi após uma denúncia anônima que a Guarda Civil Metropolitana (GCM) foi até a SMT e cumpriu o mandado de prisão que estava em aberto

Cumprindo mandado, GCM prende servidor da SMT dentro do prédio da secretaria | Foto: Reprodução/ Maps

Cumprindo mandado, GCM prende servidor da SMT dentro do prédio da secretaria | Foto: Reprodução/ Maps

Um servidor da Secretaria Municipal de Trânsito Transporte e Mobilidade (SMT) foi preso na manhã desta sexta-feira, 2, em Goiânia, por estupro de vulnerável.

Foi após uma denúncia anônima que a Guarda Civil Metropolitana (GCM) foi até o prédio da SMT e cumpriu um mandado de prisão contra Jocimar Pereira da Costa, de 37 anos.

Ele, que segundo a Polícia Civil é servidor operacional da Pasta, tinha um mandado em aberto por estupro de vulnerável em Aparecida de Goiânia.

A Guarda Civil relatou que só descobriu que o acusado era servidor ao chegar ao local. Confira no áudio enviado pela assessor de imprensa da guarda, GCM Valdsom:

De acordo com a assessoria de comunicação da SMT, Jocimar é concursado da Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg) e estava apenas à disposição da secretaria. Ele é pedreiro e trabalhava com a sinalização das ruas.

A Comurg, por sua vez, confirmou que o servidor é lotado no órgão desde 2008, quando foi aprovado em concurso, e estava cedido à SMT desde 2017.

A companhia ressaltou que o contrato do servidor foi suspenso, assim como seu salário, e que ele será exonerado em caso de condenação pelo crime de estupro.

Passagens

Jocimar foi encaminhado para a Delegacia Estadual de Capturas (DECAP), cujo titular é o delegado Fabrício Madruga Santos.

Segundo informações preliminares, o detido tem passagens também por ameaças (art. 147) roubo (art.157) e direção alcoolizada (art. 306).

LEIA MAIS: Os 5 bairros onde há mais roubo de carros em Goiânia

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter