Morador pode pedir Tapa-Buracos pelo WhatsApp em Goiânia

Operação Tapa-Buracos agora recebe pedido de serviço pelo WhatsApp | Foto: Seinfra
Operação Tapa-Buracos agora recebe pedido de serviço pelo WhatsApp | Foto: Seinfra

Com o período de chuvas, um grande transtorno no dia a dia do goianiense é o surgimentos de buracos e crateras pelas ruas da cidade.

Para conter o problema, equipes da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Seinfra) executaram operação tapa-buracos em 17 bairros da Capital na última semana.

Entre os bairros atendidos estão Negrão de Lima, Bairro Goiá, Vila Aurora, Residencial Tropical Verde, Recanto do Bosque, Setor Sudoeste, Chácara Samambaia, Bairro Ipiranga, Setor Água Branca, Conjunto Riviera, Residencial Itapuã, Criméia Leste, Setor Oeste, Setor Marista, Setor Pedro Ludovico, Setor Bueno e Setor Nova Suíça.

Solicitação de serviço

Mas, caso um morador esteja sofrendo com vias esburacadas em um setor não foi atendido pela operação, ele pode solicitar o serviço por meio dos canais de atendimento da Seinfra.

O Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC) da Seinfra pode ser contatado por meio dos telefones 3524-8363 ou 3524-8373. Ou ainda via Whatsapp: 9 8493-7229.

Ao todo, 120 servidores, 15 caminhões e 150 toneladas de massa asfáltica são empregados diariamente na Operação Tapa-Buracos, o que totaliza mais de mil buracos tapados por dia em Goiânia.

LEIA MAIS: Fiscais capturam 72 escorpiões dentro de casa no Itatiaia

Planejamento

De acordo com o secretário municipal de Infraestrutura, Francisco Ivo, por determinação do prefeito Iris Rezende, o numero de equipes foram ampliados para atender um maior número de bairros.

“A nossa missão é atender a população do número possível de regiões com serviços de qualidade”, destacou.

Além deste trabalho, Francisco Ivo lembra que já está em processo de fase o final a liberação de um empréstimo internacional que possibilitará a revitalização de 600 vias da cidade: “Essa iniciativa vai beneficiar mais de 100 bairros da Capital”.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter