Homem que vendia diplomas pelo WhatsApp é preso em Goiânia

"Trabalho com todos os cursos técnicos existentes no Brasil, porém, não dou aulas", anunciava o criminoso

Esquema de venda de diplomas falsos foi desfeito pela Polícia Civil | Foto: Divulgação/PC

Esquema de venda de diplomas falsos foi desfeito pela Polícia Civil | Foto: Divulgação/PC

A Polícia Civil prendeu em Goiânia um homem que vendia diplomas falsos. Desencadeada em abril de 2017, a Operação “Sem Estudo” desfez um esquema criminoso de comercialização de certificado de conclusão do ensino médio.

André Vinicius de Ferreira Lima foi preso em flagrante pelo crime de receptação, já que era a pessoa responsável pela entrega dos referidos certificados aos clientes.

Os diplomas eram vendidos pelo valor de R$ 350 e entregues em domicílio. A comercialização ocorria através do aplicativo WhatsApp, sendo que o anúncio dispensava os interessados de frequentarem as aulas. As investigações continuam pela Polícia Civil com o objetivo de identificar os fraudadores.

LEIA MAIS: Homem pula do 15º andar do Edíficio Parthenon Center, em Goiânia

Na “propaganda”, o homem ressaltava que o seu “serviço” não envolvia aulas. “Trabalho com todos os cursos técnicos existentes no Brasil, porém, não dou aulas. Dou o certificado de conclusão com histórico e grade de disciplina para quem já tem experiência na área que deseja o curso”, escreveu.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter