Yuri relaxa com uísque e abre o verbo sobre BBB: ‘Querem ver teatrinho’

Yuri, ex-BBB

Yuri, ex-BBB

”Sou lutador, não sou modelo”, avisou Yuri. ”Detesto cueca”, emendou. ”Emagreci cinco quilos, vai funcionar melhor na foto”, explicou. Bem se via que o ex-BBB goiano, conhecido por botar banca em duas edições do ‘Big Brother Brasil’, estava tremendo na base. Ele foi convocado pelo Paparazzo para posar nos paredões do Rio Rock & Blues Club, na Lapa, Centro do Rio.

Soltou o verbo

Para relaxar e encarar o ensaio sensual… ”Só com uísque”, sentenciou o professor de muay thai. Depois de quatro doses e algumas salsichas do cachorro quente servido no lanche – ”Pão não, pois dá barriga” – o moço se soltou. E soltou também o verbo sobre o reality:

“O povo gosta de novelinha. Por isso me tiraram. Falo mesmo tudo que penso. Eles querem ver é gente louca como a Kamilla fazendo teatrinho e falando sozinha. Realidade mesmo é chato. Agora vou torcer pela Anamara. Até brigar por mim ela brigou, né? Ah, mulher bonita brigando por mim? Adoro! Mas acho que ela só se desesperou com a minha saída por pensar ‘Eu estava fazendo um jogo parecido com o do Yuri, pensando como ele e veterana como ele. Se ele foi rejeitado, eu também vou ser’. Quando eu soube que ia entrar de novo na casa achei o máximo, nem pensei duas vezes. Recebi o convite por telefone, disse ‘sim’, depois corri pro banheiro para vomitar. ‘Nossa, vai acontecer tudo de novo?’. Entrei me sentindo o dono da casa… E os outros é que eram meus convidados. Não funcionou. Talvez funcione mais o jogo da Fani, que tá sendo ela, sem planejar muito”, concluiu.

Papas na língua

Escorpiano, Yuri não tem papas na língua, mas explica: ”Sou assim, falo e faço e pronto. Mas se não tenho equilíbrio no espírito, busco de outra forma. Por exemplo: prometi a minha mãe que nunca tatuaria a parte esquerda do corpo. Mas a direita está toda tatuada. Se me olharem de um lado,me veem todo preenchido, do outro não. É o conceito do yin-yang”.

(Fonte: Com informações do Ego e portal 180 graus)