Para vencer o Vila tem que ter “uma vontade extra”

"Tem que ter um algo a mais, uma vontade extra" - Amaral

Autores de gol na vitória de 3 a 1 sobre o Vila Nova, pela 3ª rodada do Campeonato Goiano, Amaral e Marcos Paulo podem voltar a formar a dupla de volantes do Goiás no clássico do próximo domingo, às 16h, no Serra Dourada, pela semifinal do torneio estadual. “Independente das mudanças que ocorrem, o time sempre joga da mesma forma”, afirma Amaral, titular há duas partidas, após ter passado um mês no departamento médico.

Respeito ao arquirrival

O prata-da-casa prega respeito ao arquirrival, “uma equipe que cresce dentro da competição, bastante aguerrida, com jogadores jovens”. Ausente no último clássico, a derrota por 3 a 2, pela antepenúltima rodada da 1ª fase, Amaral tira lições do revés e até do jogo entre Chelsea e Barcelona na Liga dos Campeões, ocorrido na última quarta-feira, 17. “Soube que o Barça teve a maior posse de bola, mas o Chelsea ganhou. Tem que ter um algo a mais, uma vontade extra”.

Possível companheiro de Amaral, Marcos Paulo alerta para o risco de jogar fora tudo o que a gente fez desde o início do ano. O volante de 22 anos costuma se dar bem em duelos regionais, seja pelo Coritiba, contra o Atlético Paranaense, pelo Avaí, diante do Figueirense, ou mesmo pelo Goiás, perante Vila e Atlético. “Ganhei mais do que perdi”, recorda. “Mas esse clássico é mais pegado, mais disputado, por ser uma semifinal.”