Aprovado: Ministério Público de Goiás deve lançar aplicativo com preços de combustíveis

Assembleia aprovou projeto de lei que obriga postos de combustíveis a avisarem o MP sempre que alterarem o valor cobrado pelo litro

Preço dos combustíveis em Goiânia é alvo de projeto do MP | Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

Preço dos combustíveis em Goiânia é alvo de projeto do MP | Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

Foi aprovado em primeira votação na Assembleia Legislativa de Goiás projeto de lei que obriga postos de combustíveis a avisarem o Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) sempre que alterarem o valor cobrado pelo litro de etanol, diesel ou gasolina.

A proposta foi feita pelo Governo do Estado e visa aumentar a fiscalização e evitar aumentos de preços não justificáveis, que configuram cobrança abusiva.

O planejamento do Ministério Público é usar as informações colhidas para lançar um aplicativo de celular que ajudará a população goiana a descobrir quais postos de combustíveis praticam os melhores preços.

LEIA MAIS: Veja como encontrar preços mais baratos para a gasolina, que ainda pode chegar a R$ 5 em Goiânia

APP

O projeto MP de Olho na Bomba foi elaborado pelo Ministério Público de Goiás em parceria com o governo estadual com o objetivo de ampliar a fiscalização sobre o comércio de combustíveis. De acordo com o coordenador do Centro de Apoio Operacional do Consumidor, Rômulo Corrêa de Paula, o objetivo final do projeto é lançar um aplicativo para dispositivos móveis.

A aplicação utilizará o GPS e possibilitará que o consumidor tenha acesso, em tempo real, aos preços dos combustíveis dos estabelecimentos instalados na rota que ele utiliza para seu deslocamento e em toda a cidade.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter