Caiado não irá a velório da sogra para não perder impeachment

0
5
Senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) fez homeangem à sogra nas redes (Foto: Divulgação / Facebook)
Senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) fez homeangem à sogra nas redes (Foto: Divulgação / Facebook)

Sogra do senador Ronaldo Caiado (DEM-GO), Odete Carvalho morreu na madrugada desta segunda-feira (29/8). Ela tinha 88 anos e sofreu um infarto às 4h30, em Salvador, onde morava.

O corpo de Odete será cremado às 17h30 desta segunda, mas o senador não deixará Brasília para ir ao velório da sogra. Uma das principais figuras do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), Caiado continuará em Brasília, onde participa da oitiva no Senado Federal. Segundo o parlamentar, seus familiares insistiram para que ele permanecesse na capital, já que a própria dona Odete “ansiava” pelo desfecho do impeachment.

LEIA MAIS: Morte de funcionário da Saneago indica desespero provocado pela Decantação

O democrata fez homenagem à mãe de sua esposa, Maria das Graças Landim de Carvalho, nas redes sociais, chamando-a de mãe.

“Neste dia tão importante à nação perdi minha querida sogra. Às 4h30 da manhã, Dona Odete, com seus 88 anos de uma bela vida nos deixou. Essa perda me abalou muito, pois ela era minha mãe em vida. Gracinha, meu amor, seus irmãos Décio e Patrícia, e os netos e parentes de Dona Odete insistiram muito para que eu ficasse em Brasília hoje. Dona Odete sempre me acompanhou pela TV e estava ansiosa por um desfecho que ajudasse o País. É pelo Brasil e por minha família que vou fazer esse esforço, apesar de minha cabeça estar em Salvador. Descanse em paz, minha mãe”, disse o senador.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter