Líder nas pesquisas em Goiás, Caiado abre ‘contagem regressiva’ para prisão de Lula

Senador comentou marcação do julgamento do ex-presidente para janeiro

Senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) | Foto: Jefferson Rudy/ Agência Senado

Senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) | Foto: Jefferson Rudy/ Agência Senado

Líder nas pesquisas de intenção de voto para o Governo de Goiás, o senador Ronaldo Caiado (DEM) comentou a proximidade do julgamento de Lula no “caso triplex”.

Para Caiado, julgamento marcado para o dia 24 de janeiro dá início à “contagem regressiva” para que Lula seja o primeiro ex-presidente do Brasil a ser preso.

“Começou a contagem regressiva. Em algumas semanas, Lula deve ser o primeiro ex-presidente da história a cumprir pena em reclusão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro”, postou o senador em seu Twitter.

Senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) | Foto: Waldemir Barreto/ Agência Senado

Senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) | Foto: Waldemir Barreto/ Agência Senado

Já a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffman criticou a decisão. “Inacreditável a sanha de perseguição ao Lula! É muito medo dele na eleição!”, disse também nas redes sociais.

Entenda

Na última terça-feira, 12, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) programou para o dia 24 de janeiro o julgamento do chamado processo do triplex.

LEIA MAIS: Promotora recomenda a volta da meia passagem estudantil em Goiânia

Em julho deste ano, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro pelo juiz Sergio Moro neste processo.

Lula foi condenado em primeira instância a 9 anos e meio de prisão. Na sentença, Moro estabeleceu que o ex-presidente recebeu R$ 2,2 milhões em propina da construtora OAS em relação ao triplex no Guarujá (SP).

Já a defesa do ex-presidente argumentou que foram ignoradas “evidências esmagadoras de inocência” e que não há provas dos crimes citados na sentença.

Caso a condenação seja mantida na segunda instância, Lula pode ser impedido de se candidatar à Presidência em 2018 pela Lei da Ficha Limpa.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter