Em Aparecida, possíveis candidatos a deputados estaduais e federais começam a surgir

Movimentações nos bastidores da política aparecidense já tratam das pré-candidaturas a cargos legislativos

Possíveis candidatos a deputados estaduais: Ozair José (sem partido), Max Menezes (PSD), Veter Martins (SDD), Adriano Montovani (PT), Marlúcio Pereira (PSB), Ezízio Barbosa e Gilsão Meu Povo, ambos do PMDB | Foto: Reprodução/Diário de Aparecida

Possíveis candidatos a deputados estaduais: Ozair José (sem partido), Max Menezes (PSD), Veter Martins (SDD), Adriano Montovani (PT), Marlúcio Pereira (PSB), Ezízio Barbosa e Gilsão Meu Povo, ambos do PMDB | Foto: Reprodução/Diário de Aparecida

Passadas as eleições municipais que colocaram Gustavo Mendanha (PMDB) no lugar de Maguito Vilela (PMDB) à frente da Prefeitura de Aparecida de Goiânia e colocou apenas homens na Câmara Municipal da cidade, as movimentações nos bastidores da política aparecidense já tratam das pré-candidaturas a cargos de deputados estaduais e federais.

Para a Assembleia Legislativa do Estado de Goiás, alguns nomes já aparecem como pré-candidatos. O ex-vereador Max Menezes (PSD), filho do ex-vice-governador Ademir Menezes (PSD), que assumiu a Secretaria de Desenvolvimento Urbano; o ex-vice-prefeito Ozair José (sem partido), que assumiu a Secretaria de Desenvolvimento Econômico; além do atual vice-prefeito e secretário de Governo Veter Martins (SDD).

Outros que também podem lançar candidatura a deputado estadual são o secretário de Trabalho de Aparecida de Goiânia, Adriano Montovani (PT), o candidato derrotado por Mendanha, Marlúcio Pereira (PSB); além do quarto suplente a deputado estadual e secretário do Meio Ambiente Ezízio Barbosa (PMDB) e do vereador Gilsão Meu Povo (PMDB).

LEIA MAIS: Gustavo Mendanha anuncia secretariado e Ronaldo Coelho é o novo secretário de Comunicação de Aparecida de Goiânia

Deputado federal e presidente estadual do PMDB Daniel Vilela, ex-deputado federal e assessor especial da Presidência Sandro Mabel (PMDB) e Professor Alcides (PMDB) | Foto: Montagem

Deputado federal e presidente estadual do PMDB Daniel Vilela, ex-deputado federal e assessor especial da Presidência Sandro Mabel (PMDB) e Professor Alcides (PMDB) | Foto: Montagem

Câmara

Já para a Câmara dos Deputados, os nomes cotados são outros e ainda cercados de incerteza. O primeiro deles é o do Professor Alcides (PSDB), que, depois de disputar a prefeitura de Aparecida, deu entrevista exclusiva ao Folha Z dizendo que ainda considerava se continuaria na política.

Segundo ele, as decepções foram grandes e sua família gostaria que ele não disputasse mais cargo eletivo. Porém, a chance é grande de que Alcides deixe o PSDB e dispute a Câmara Federal: “É algo em que podemos pensar. Porque é uma forma de ajudar a cidade de Aparecida, um deputado federal pode ser muito útil à sua cidade e Aparecida não tem um deputado”, disse ao Folha Z.

O deputado federal e presidente estadual do PMDB Daniel Vilela pode disputar a reeleição. Ele tem vínculo forte com Aparecida, devido aos 8 anos de gestão do seu pai Maguito, e obteve grande quantidade de votos na cidade quando se lançou candidato à Câmara em 2014. Mas Daniel pode desistir da reeleição caso os Vilela consigam viabilizar sua candidatura ao Governo de Goiás em 2018.

Por último, aparece o nome do ex-deputado Sandro Mabel (PMDB). O empresário milionário diz frequentemente que se aposentaria da política, mas segue despachando do Palácio do Planalto, onde atua como assessor especial do presidente Michel Temer (PMDB) para assuntos relacionados à Câmara dos Deputados.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter