Iris abre 16 pontos de vantagem sobre Vanderlan

A diferença entre Iris e Vanderlan, em votos válidos, agora chega a 16,4 pontos na corrida

Pesquisa Serpes: Iris Rezende mantém a liderança na nova rodada

Pesquisa Serpes: Iris Rezende mantém a liderança na nova rodada divulgada neste domingo, 23 | Foto: divulgação

Nova rodada da pesquisa Serpes/O Popular divulgada neste domingo, 23, mostra que o ex-prefeito de Goiânia, Iris Rezende (PMDB), ampliou ainda mais sua vantagem numérica sobre o candidato Vanderlan Cardoso (PSB), em relação à rodada anterior da pesquisa, divulgada no último dia 16.

A diferença entre o peemedebista e o pessebista, em votos válidos, agora chega a 16,4 pontos na corrida à Prefeitura. Considerando os votos totais, Iris tem 13 pontos de frente.

LEIA MAIS: Iris e Marconi teriam morrido abraçados

Votos válidos

Iris Rezende – 58,2%
Vanderlan Cardoso – 41,8%

Espontânea:

Iris Rezende – 44,1%
Vanderlan Cardoso – 31,9%
Anularam o voto | Branco – 11,8%
Não decidiu – 12,1%

Estimulada com cartela:

Iris Rezende – 45,9%
Vanderlan Cardoso – 32,9%
Anularam o voto | Branco – 12,1%
Não decidiu – 9%

Rejeição:

Vanderlan Cardoso – 30%
Iris Rezende – 24%
Não rejeitam ninguém – 52,7%
Não decidiu – 2,3%

Para analista político só um a fatalidade pode tirar a vitória de Iris

Segundo o colunista político do site Folha Z, Rodrigo Czepack, Iris Rezende somente não será eleito no dia 30 de outubro se alguma fatalidade o impedir. “Foi o mesmo candidato do início ao fim – seria impossível mudar com 58 anos de vida pública – entretanto sua campanha melhorou substancialmente no segundo turno”

Czepack destacou ainda que o forte crescimento de Vanderlan Cardoso no primeiro turno fez mal à sua campanha e tirou a candidatura peemedebista da zona de conforto. “Os governistas se perderam em comemorações antecipadas, prevendo onda avassaladora, enquanto os adversários desceram do salto”.

O pior defeito das campanhas do PMDB

“O aperto de Vanderlan em Iris acabou com um dos piores defeitos das campanhas peemedebistas: a discussão antecipada de nomes para cargos a partir de janeiro”, frisou Czepak, enfatizando que esta seria a tônica se o ex-prefeito tivesse ganho o primeiro turno com larga vantagem. Sem garantia e com grande receio da derrota para o candidato Vanderlan, todos foram pra rua.

Registro da pesquisa

A pesquisa foi realizada entre os dias 18 e 20 de outubro, em Goiânia e ouviu 601 eleitores.  Devidamente registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo nº GO-06689/2016, no dia 16 de outubro de 2016. A empresa Serpes Pesquisas de Opinião e Mercado LTDA foi contratada pela J. Câmara & Irmãos S.A./Jornal O Popular.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter