Vereador quer máximo de 20 minutos de espera por ônibus em Goiânia

Nos finais de semana e feriados, o tempo máximo será de 30 minutos e, em dias de tempo adverso, com fortes chuvas e alagamentos, o passageiro vai esperar até 40 minutos

Vereador Alysson Lima (PRB) apresentou na Câmara Municipal de Goiânia proposta que determina tempo máximo de espera por ônibus em Goiânia | Foto: Reprodução/Câmara

Vereador Alysson Lima (PRB) apresentou na Câmara Municipal proposta que determina tempo máximo de espera por ônibus em Goiânia | Foto: Reprodução/Câmara

Matéria apresentada pelo vereador Alysson Lima (PRB) na Câmara Municipal de Goiânia na manhã desta terça-feira, 21, determina tempo máximo para que passageiros esperem pelos ônibus do transporte coletivo da Região Metropolitana.

De acordo com a proposta, os passageiros deverão esperar no máximo 20 minutos em dias normais para que os ônibus parem no ponto em que se encontrarem. Nos finais de semana e feriados, o tempo máximo será de 30 minutos e, em dias de tempo adverso, com fortes chuvas e alagamentos, o passageiro vai esperar até 40 minutos.

A ideia do parlamentar é de que a comprovação dos horários seja fornecida pelo Serviço de Informação Metropolitano (SIM) e pelo sistema de “Olho no Ônibus” oferecido pela RMTC (Rede Metropolitana de Transporte Coletivo).

LEIA MAIS: Segurança agride grávida em UPA de Luziânia. Ela teme perder o filho

Justificativa

Alysson justificou que “esse serviço essencial é considerado ruim e ineficiente com passagens cara, falta de ônibus nos terminais e falta de períodos de tempo razoáveis, ocasionando longas filas para o embarque”. O vereador ainda adicionou que, além disso, os usuários enfrentam “espera exacerbada, veículos lotados em horários de pico, fatores de grande angústia no dia a dia do cidadão”.

Também afirmou que “com a fixação do tempo de espera, os usuários poderão se programar melhor pois os veículos vão transitar em suas linhas de maneira regular, além de criar uma integração entre o prestador do serviço e o cidadão”. (Com informações de Quezia Alcantara, da Assessoria de Comunicação da Câmara.)

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter