Hino de Goiás será obrigatório em escolas e eventos esportivos no Estado

Lei foi sancionada pelo governador Marconi e já entrou em vigor

Hino de Goiás será obrigatório em escolas e eventos oficiais | Foto: Eduardo Ferreira

Hino de Goiás será obrigatório em escolas e eventos oficiais | Foto: Eduardo Ferreira

Foi sancionada pelo governador Marconi Perillo (PSDB) e publicada no Diário Oficial do Estado nesta segunda-feira, 28, lei que obriga a execução do Hino Nacional e do Hino do Estado de Goiás antes de solenidades organizados pelo Poder Público.

Proposta pelo deputado Sérgio Bravo (Pros) e aprovada pela Assembleia Legislativa em junho, a Lei nº 19805/17 define que os hinos devam ser executados em solenidades cívicas nas escolas estaduais, eventos esportivos amadores e eventos culturais.  A lei entrou em vigor imediatamente após sua publicação.

Para o propositor da matéria, a ideia é equiparar Goiás a outros Estados do sul do Brasil, que já editaram lei tornando obrigatória a execução de seus hinos nos eventos esportivos, tornando-os conhecidos nacionalmente.

LEIA MAIS: Sem espaço com Marconi, secretário em Aparecida está perto do PMDB

“A Lei visa, portanto, dar ampla publicidade ao hino do Estado de Goiás, especialmente nos campeonatos esportivos que são transmitidos pelas emissoras de televisão”, explica o deputado.

E você, conhece o hino de Goiás?

A primeira versão da música foi introduzida em 1919, com letra de Antônio Eusébio de Abreu (pai do escritor Antônio Americano do Brasil) e música de Custódio Fernandes Góis.

Já em 2001 o hino foi alterado por outra versão, desta vez de autoria de José Mendonça Teles e melodia de Joaquim Jayme. Confira a letra (abaixo) e a música (no vídeo).

“Santuário da Serra Dourada
Natureza dormindo no cio
Anhangüera, malícia e magia,
Bota fogo nas águas do rio.

Vermelho, de ouro assustado,
Foge o índio na sua canoa.
Anhangüera bateia o tempo:
— Levanta, arraial Vila Boa!

Terra Querida
Fruto da vida,
Recanto da Paz.
Cantemos aos céus,
Regência de Deus,
Louvor, louvor a Goiás!

Terra Querida
Fruto da vida,
Recanto da Paz.
Cantemos aos céus,
Regência de Deus,
Louvor, louvor a Goiás!

A cortina se abre nos olhos,
Outro tempo agora nos traz.
É Goiânia, sonho e esperança,
É Brasília pulsando em Goiás!

O cerrado, os campos e as matas,
A indústria, gado, cereais.
Nossos jovens tecendo o futuro,
Poesia maior de Goiás!

Terra Querida
Fruto da vida,
Recanto da Paz.
Cantemos aos céus,
Regência de Deus,
Louvor, louvor a Goiás!

Terra Querida
Fruto da vida,
Recanto da Paz.
Cantemos aos céus,
Regência de Deus,
Louvor, louvor a Goiás!

A colheita nas mãos operárias,
Benze a terra, minérios e mais:
— O Araguaia dentro dos olhos,
eu me perco de amor por Goiás!

Terra Querida
Fruto da vida,
Recanto da Paz.
Cantemos aos céus,
Regência de Deus,
Louvor, louvor a Goiás!

Terra Querida
Fruto da vida,
Recanto da Paz.
Cantemos aos céus,
Regência de Deus,
Louvor, louvor a Goiás!”

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter