OAB sugere a Marconi ações para combater a violência em Goiás

0
7
Solenidade marcou encontro entre representantes da OAB e do Governo do Estado (Foto: Divulgação/OAB-GO)
Solenidade marcou encontro entre representantes da OAB e do Governo do Estado (Foto: Divulgação/OAB-GO)

A Ordem dos Advogados do Brasil – seção Goiás (OAB-GO) entregou ao governador Marconi Perillo (PSDB) nesta segunda-feira (25) uma avaliação sobre a Segurança Pública em Goiás e no Brasil e apresentou propostas que considera essenciais para a redução da criminalidade.

LEIA MAIS: Curvas excitantes do poder – Jogo Limpo com Rodrigo Czepak

Estavam presentes o presidente da seccional goiana Lúcio Flávio de Paiva, o vice-presidente Thales Jayme, o presidente da Comissão de Segurança Pública e de Política Criminal (CSPPC) da OAB-GO Edemundo Dias de Oliveira, além do titular da Secretaria do Meio Ambiente, Recursos Hídricos, Infraestrutura, Cidades e Assuntos Metropolitanos (Secima) Vilmar Rocha.

Sugestões

O documento foi obtido depois de discussões coordenadas pelo delegado aposentado e ex-secretário de Justiça Edemundo Dias e sugere ao Estado ações como a recomposição dos quadros das forças de segurança, a fixação de um orçamento impositivo para a área, além da implantação de um amplo e integrado programa de combate às drogas e da instituição do programa Goiás Biométrico.

No âmbito federal, propõe a elaboração de um plano nacional de segurança pública, com a criação de um fundo constitucional e de um ministério, além da criação de uma polícia de fronteira e a edição das leis orgânicas das polícias, entre outras medidas.

Governador

Ao fim, Marconi pediu que a OAB fizesse a entrega formal do documento ao vice-governador e secretário José Éliton (PSDB), em evento que reunirá também os comandantes das polícias e do Corpo de Bombeiros. O próprio governador disse que se reuniria com Éliton para debater a proposta de criação de um programa integrado de prevenção ao consumo de drogas. (Com informações da OAB.)