Para Alexandre Magalhães, Luciano de Castro e alianças políticas afundaram a gestão de Paulo Garcia

Alexandre Magalhães é pré-candidato à Prefeitura de Goiânia (Foto: Guilherme Coelho/Folha Z)

Alexandre Magalhães é pré-candidato à Prefeitura de Goiânia (Foto: Guilherme Coelho/Folha Z)

Pré-candidato à Prefeitura de Goiânia pelo Partido Social Democrata Cristão (PSDC), Alexandre Magalhães fez duras críticas às escolhas do atual prefeito, Paulo Garcia (PT), para o seu secretariado.

Para Alexandre, Luciano de Castro é o melhor exemplo das ações que levaram Paulo ao auge da sua crise administrativa e de impopularidade. Ex-presidente da Comurg, Luciano foi acionado pelo Ministério Público e afastado do cargo devido a supostas irregularidades que teriam resultado em superfaturamento de mais de R$ 22 milhões aos cofres da companhia.

LEIA MAIS: Pré-candidato à prefeitura, Alexandre Magalhães quer mudar política com candidatura independente

Segundo Alexandre, presidente estadual do PSDC, Luciano afundou a Comurg. “Aquilo ali detonou a gestão do Paulo Garcia. Agora a gente não entende por que ele o deixou tanto tempo lá. Se eu estou sentado naquela cadeira, minha caneta ia rapidinho mandar aquele lá para o olho da rua. Deixou dívidas trabalhistas, com fornecedores. Irresponsabilidade do gestor que não está preparado”, disse.

Paulo é do bem

Mas Magalhães fez ressalva sobre a boa índole de Paulo Garcia: “Conheço Paulo, ele é uma pessoa do bem, não tem nenhum escândalo de corrupção”.

De acordo com ele, o maior problema de Paulo e da maioria dos políticos brasileiros são as alianças políticas (principalmente aquelas firmadas nos bastidores), que “têm um preço muito alto, como ter que contratar pessoas ruins, que não são gestoras”, disse.

“Quero despolitizar a administração de Goiânia, trazer pessoas técnicas, capacitadas. Para o trânsito, precisamos de um engenheiro de trânsito, e não um apadrinhado de vereador ou parente de deputado”, enfatizou. “Acabaram as eleições, vamos esquecer os partidos e pensar na comunidade”.