Passageiro poderá embarcar e desembarcar pela mesma porta nos coletivos

Passageiros
Passageiros com deficiência terão direito de entrar em qualquer porta nos ônibus coletivos |Foto: Reprodução / Internet

Passageiros com dificuldade de locomoção permanente ou temporária poderão embarcar e desembarcar pela mesma porta nos ônibus coletivos. De acordo com o projeto apresentado pela vereadora Cida Garcêz, o usuário não precisa passar pela catraca. Basta que ela seja girada para que a cobrança seja feita. A Câmara Municipal aprovou a proposta na manhã desta terça-feira, 02.

A vereadora destacou que idosos, gestantes e portadores de necessidades especiais têm direitos de acessibilidade garantidos no transporte coletivo, como assentos reservados, elevadores de acesso e embarcar/desembarcar pela porta da frente.

“Há casos de dificuldade motora temporária, e eventualmente permanente, que não são previstos em qualquer norma. A obesidade mórbida, por exemplo, é um caso bem exemplificado de dificuldade de acesso que não é caracterizada como deficiência, para efeitos de acessibilidade”, explicou a vereadora.

Ela ponderou que a sanção de seu projeto de lei pelo prefeito Paulo Garcia “irá colocar em prática mais uma regra prática na operação no transporte coletivo, a fim de amenizar o sofrimento dos passageiros que viajam em horários mais demandados e que são obrigados a se deslocar no interior dos ônibus lotados, apesar da dificuldade de locomoção”.