Paulo reclama de dívidas deixadas por Iris, este acusa Pedro Wilson, que joga na conta de Albernaz. Quem é o culpado, então?

Pedro Wilson foi prefeito entre 2001 e 2004 (Foto: Montagem)
Pedro Wilson foi prefeito entre 2001 e 2004 (Foto: Montagem)

Prefeito de Goiânia entre 2001 e 2004, Pedro Wilson (PT) rebateu críticas de parlamentares na Câmara Municipal. Alguns vereadores, principalmente do PMDB, alegaram que o petista teria deixado dívidas para Iris Rezende, que assumiu em 2005.

Pedro Wilson, no entanto, afirmou que deixou todas contas da prefeitura organizadas quando passou a cadeira pra Iris. “Rombo no sentido geral não, como recebemos a prefeitura com dívidas, deixamos com todas as indicações para pagamentos de obras e servidores que fizemos, tanto que nós temos o reconhecimento dos servidores da Prefeitura de Goiânia”, disse.

E o ex-prefeito foi além, afirmando que as dívidas foram deixadas pela gestão anterior à sua, de Nion Albernaz (PSDB), prefeito entre 1997 e 2000.

LEIA MAIS: Major propõe abertura de impeachment contra Marconi Perillo. PMDB se mostra favorável

“A avaliação nossa foi tão boa que ele encontrou a prefeitura muito organizada, continuou muitos projetos nossos, nós tivemos um único problema: herdamos dívida da gestão da anterior, Nion deixou algumas coisas sem pagar, então nós tínhamos que pagar mais uma folha. Deixamos a prefeitura tão organizada que possibilitou a administração realizar mais e melhor. O que posso dizer é que estávamos num processo de eleição e arrumando a prefeitura para entregar da melhor maneira possível”, disse.

Prefeitos

O assunto gerou muitos debates depois que o atual prefeito, Paulo Garcia (PT), disse na prestação de contas à Câmara Municipal que teria recebido de Iris Rezende a prefeitura cheia de dívidas.

Enquanto Paulo Garcia reclama das dívidas deixadas por Iris, este acusa Pedro Wilson, que por sua vez joga na conta de Nion Albernaz. Será que Nion tem cobranças a fazer do falecido Darci Accorsi?