PMDB não falará à imprensa durante dias de negociações com partidos

De acordo com fonte interna do PMDB, o partido negocia neste momento com o PTB, com PSD de Francisco Júnior e com uma ala do PT

Vice-prefeito de Goiânia Agenor Mariano (PMDB) fala ao Folha Z (Foto: Valdemy Teixeira)

Vice-prefeito de Goiânia Agenor Mariano (PMDB) fala ao Folha Z (Foto: Valdemy Teixeira)

As articulações para o segundo turno da disputa pela Prefeitura de Goiânia já começaram e estão a todo vapor. O PMDB de Iris Rezende conversa com outros partidos e já definiu estratégia que dará a tônica da campanha.

De acordo com o vice-prefeito de Goiânia Agenor Mariano (PMDB), a sigla decidiu que seus membros devem evitar entrevistas à imprensa com o objetivo de não prejudicar as negociações travadas nos bastidores durante essa semana.

Além disso, o vice de Iris, Major Araújo (PRP), decidiu não participar da rodada de entrevistas com os candidatos na Rádio 730 para a qual foi convidado. Segundo o major, ele deve atuar em outras frentes de campanha neste período.

Iris Rezende (PMDB) disputa segundo turno com Vanderlan Cardoso (PSB)/Foto: Valdemy Teixeira

Iris Rezende (PMDB) disputa segundo turno com Vanderlan Cardoso (PSB)/Foto: Valdemy Teixeira

Iris Rezende falou na última terça-feira (4) em reunião com candidatos a vereadores da sua coligação que “com o mesmo entusiasmo, com a mesma responsabilidade, continuemos este trabalho, mostrando que o nosso projeto para a Prefeitura de Goiânia é o melhor”.

LEIA MAIS: Câmara de Aparecida não terá nenhuma mulher a partir de 2017

Negociações

De acordo com fonte interna do PMDB, o partido negocia neste momento com o PTB, com PSD de Francisco Júnior e com uma ala do PT. No entanto, o temor tanto do PMDB quanto o PSB  de Vanderlan é de que uma aproximação com o PT seja negativa aos olhos dos eleitores.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter