Homens são presos com celulares de gesso usados para aplicar golpes

Aparelhos eram vendidos por R$ 150, apesar da média do mercado ultrapassar os R$ 2.500 para alguns dos modelos

Suspeitos foram parados pela PRF. No interior do carro, os agentes encontraram um saco de gesso e 17 caixas de aparelhos celulares | Foto: Divulgação/PRF

Suspeitos foram parados pela PRF. No interior do carro, os agentes encontraram um saco de gesso e 17 caixas de aparelhos celulares | Foto: Divulgação/PRF

Foram presos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) neste domingo (8) dois golpistas que enganavam compradores de celulares. O golpe consistia em oferecer aparelhos a preços muito abaixo do mercado e entregar as caixas com apenas uma réplica feita em gesso.

Os suspeitos foram identificados ao passarem por uma unidade operacional da PRF na BR-153, em Porangatu. O condutor do VW Fox ignorou a ordem de parada e empreendeu fuga. Perseguindo-o, os policiais o alcançaram e detiveram o veículo.

No interior do carro, os agentes encontraram um saco de gesso e 17 caixas de aparelhos celulares. Porém, ao checarem o conteúdo das embalagens, constataram que todas, à exceção de uma, continham apenas réplicas de gesso no tamanho dos celulares.

LEIA MAIS: Homem é morto a tiros a poucos metros de batalhão da Polícia Militar

Esquema

O condutor, de 33 anos, e um passageiro, também de 33, disseram à PRF que vinham de Gurupi-TO, onde haviam aplicado o golpe em uma feira. Depois, tinham destino a Porangatu e, posteriormente, Anápolis, cidade em que reside um dos criminosos.

De acordo com eles, os celulares eram vendidos por R$ 150, apesar da média do mercado ultrapassar os R$ 2.500 para alguns dos modelos. Não havia irregularidades com o veículo utilizado pelos homens.

Após a revista, os suspeitos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Porangatu. Um deles tem passagem por receptação.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter