Usaram e abusaram da Comurg, diz Iris em prestação de contas

0
7
Prefeito Iris Rezende (PMDB) em prestação de contas da sua gestão à Câmara Municipal | Foto: Reprodução/Assessoria
Prefeito Iris Rezende (PMDB) em prestação de contas da sua gestão à Câmara Municipal | Foto: Reprodução/Assessoria

Durante prestação de contas na Câmara Municipal de Goiânia nesta segunda-feira, 29, o prefeito Iris Rezende afirmou que a administração municipal concentra todos os esforços para salvar e viabilizar a Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg). Ele ressaltou que a realidade encontrada no órgão pela atual gestão foi de completo “desajuste”.

Por mais de três horas, Iris respondeu aos questionamentos de cada vereador referentes ao primeiro quadrimestre da sua administração. “Os primeiros meses desta administração não foram fáceis. Enfrentei todos os desgastes da reclusão em meu gabinete com o único objetivo de colocar a casa em ordem. Minha equipe e eu trabalhamos quase 18 horas por dia a fim de realizar os ajustes necessários para que os serviços básicos da cidade pudessem voltar a funcionar”, explicou, ressaltando que não é novidade pra ninguém a condição preocupante em que encontrou a prefeitura.

Iris falou sobre situação da Comurg em plenário | Foto: Reprodução/Assessoria
Iris falou sobre situação da Comurg em plenário | Foto: Reprodução/Assessoria

“Na Comurg não foi diferente. Usaram e abusaram daquela empresa. O próprio Tribunal de Contas do Município, numa decisão histórica, determinou cortes e mais cortes de regalias que foram atribuídos aos servidores. A empresa levando milhões e milhões e o serviço deixando a desejar”, falou. “Mas eu tenho uma preocupação muito grande em preservar a Companhia e peço para todos a união de esforços. O momento é de participação conjunta, com ética e responsabilidade, na busca de soluções possíveis a Comurg”, afirmou Iris Rezende.

Economia

Segundo Iris, a companhia passou por “reformulação que já gerou uma economia de R$ 32 milhões” com cortes de cargos comissionados, gratificações e outras medidas que reduziram “R$ 22 milhões” apenas em cargos de chefia. Iris disse que a coleta de lixo foi regularizada e garantiu que os ajustes continuam na companhia.

LEIA MAIS: A busca por melhores condições de trabalho para o empresário

Ainda aos vereadores, o prefeito disse que a administração está avançando. “Tenho certeza de que, neste ritmo, em pouco tempo os moradores de Goiânia vão perceber a drástica diferença na qualidade de vida”, disse, ponderando que tem trabalhando muito para que a cidade volte a sorrir e para que o povo volte a se orgulhar dela. “Daqui para frente temos muito a fazer. Muita coisa encaminhada, inclusive”, concluiu.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter