Em áudio, Sebastião Peixoto aparece supostamente ameaçando funcionários do Mutirama para conseguir votos

Sebastião Peixoto é pai do vereador Wellington Peixoto (PMDB) e do deputado estadual Bruno Peixoto (PMDB) |Foto: Reprodução

Sebastião Peixoto é pai do vereador Wellington Peixoto (PMDB) e do deputado estadual Bruno Peixoto (PMDB) |Foto: Reprodução

Em áudio que circula pelo WhatsApp, o ex-presidente da Agência Municipal de Turismo, Eventos e Lazer (AGETUL) Sebastião Peixoto aparece coagindo funcionários do Mutirama a usarem adesivos da campanha de seu filho, Wellington Peixoto (PMDB), em troca de manterem seus empregos durante o próximo mandato. Wellington tenta a reeleição à Câmara Municipal.

Áudios

“Boa noite, pessoal do Mutirama. Aqueles que tirar (sic) o adesivo, não vai (sic) ter minha bênção no ano que vem. Não adianta chorar. Vocês… Eu peço…. Vocês, por gentileza…”

Confira os áudios abaixo:

 

“Seja mulher, seja homem de peito, vocês tá (sic) trocando quatro meses por oito anos. Por isso, esses canalhas… Eu falei que dou toda cobertura pra vocês e dou! Se eles tirarem vocês do Mutirama, eu prometi a vocês e vou cumprir. Ninguém vai perder o emprego. Põe o adesivo e briga com esses canalhas!”

Reposta

O Folha Z procurou Sebastião Peixoto. Ele se limitou a dizer que não ocupa cargo público e que não tem poder de pressionar ninguém.

Prometer emprego ou qualquer benefício em troca de votos é crime eleitoral, punido com prisão ou multa e cassação da candidatura.

Além de também ser pai do deputado estadual e presidente do PMDB em Goiânia, Bruno Peixoto, Sebastião foi vereador e secretário nas gestões de Iris Rezende (PMDB) e Paulo Garcia (PT) à frente da Prefeitura de Goiânia.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter