Seis vezes em que o Governo de Goiás inovou no Brasil

Programas serviram de modelo nacional e foram adaptados para outros Estados

CNH Digital foi mais novo motivo de destaque para Goiás no cenário nacional | Foto: Divulgação / Governo de Goiás

CNH Digital foi mais novo motivo de destaque para Goiás no cenário nacional | Foto: Divulgação / Governo de Goiás

O oferecimento de serviços digitais, rápidos e inovadores representa o que o há de mais moderno em políticas públicas na atualidade. Alguns exemplos dessa vanguarda podem ser destacados nos últimos anos no Governo de Goiás.

Mais recente destaque federal para o Estado, a Carteira Nacional de Habilitação Digital (CNH-e) aparece ao lado de outros cinco programas inovadores das quatro gestões do Marconi Perillo no Governo de Goiás: a Renda Cidadã, a Bolsa Universitária, o Cheque Mais Moradia, o Vapt Vupt e o Passe Livre Estudantil.

Renda cidadã

Criada no primeiro governo de Marconi, a Renda Cidadã serviu de referência para a implantação da Bolsa Família, em 2003. Partiu de Marconi a sugestão, adotada pelo Governo Federal, para o uso do cartão magnético e o pagamento do benefício em dinheiro às famílias.

O programa social criado por Marconi abriu caminho para uma drástica redução das desigualdades sociais em Goiás. Segundo estudo do Instituto Insper, Goiás foi o Estado que mais reduziu as diferenças de renda entre ricos e pobres, em médias acima da nacional e do restante das demais unidades da federação.

Bolsa Universitária

A Bolsa Universitária, por sua vez, serviu de referência para a criação do ProUni, programa federal de financiamento do ensino superior para estudantes com baixo poder aquisitivo. Em Goiás, até o final deste mandato, o governador Marconi Perillo entregará 200 mil Bolsas Universitárias. O programa estadual de acesso ao ensino superior garante bolsas parciais e integrais de estudo – o financiamento completo é uma inovação do terceiro mandato do governador.

Cheque Mais Moradia

O Cheque Mais Moradia inspirou a criação de diversos programas similares de habitação de interesse social ao redor do País. Recentemente, o governo federal usou a modelagem do programa goiano para criar o Cartão Reforma, um crédito popular para que as famílias de menor poder aquisitivo façam melhorias em suas residências.

Vapt Vupt

O Vapt Vupt também serviu de referência para diversos outros Estados criarem serviços similares de pronto-atendimento ao cidadão. É o caso do Poupa Tempo de São Paulo, criado pela gestão de Geraldo Alckmin.

Passe Livre Estudantil

Marconi também foi pioneiro na implantação do Passe Livre Estudantil e Goiânia se tornou a primeira capital do País a garantir a tarifa de transporte coletivo inteiramente gratuita para os estudantes. O benefício está sendo estendido agora para os estudantes de Rio Verde e Anápolis.

CNH-e

Em discurso na solenidade de lançamento da Carteira Nacional de Habilitação Digital (CNH-e), na tarde desta terça-feira, 17, em Brasília, o governador enfatizou o pioneirismo do Estado no aperfeiçoamento dos serviços prestados à população. “A modernização da infraestrutura de atendimento do Detran de nosso Estado é uma prioridade para a administração, demonstrando compromisso com a eficiência e com a transparência dos procedimentos”, afirmou, acompanhado do ministro das Cidades, Bruno Araújo, anfitrião do lançamento.

Graças aos investimentos em digitalização e aperfeiçoamento dos serviços determinados por Marconi, o Detran Goiás foi escolhido pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), órgão do Ministério das Cidades, para liderar a implantação da CNH-e. “Este momento espelha o slogan que Goiás cultiva: Goiás Mais Competitivo e Inovador. Ao longo do tempo, nós procuramos criar oportunidades, programas que efetivamente garantissem inclusão aos goianos. Muitas foram as nossas políticas públicas adotadas em outras unidades e pelo próprio Governo Federal”, relatou Marconi.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter