Salva Festa garante animação a noite toda

Quem organiza festas e confraternizações sabe bem a importância de ficar atento aos detalhes. Um deles é não deixar faltar bebida para os convidados. Mas o que fazer quando isso acontece no meio da festa, principalmente à noite ou na madrugada? “É a hora do resgate”, garante o bombeiro militar e empresário Glauco Lima de Medeiros.

Empresário recebe pedidos para entregas de bebidas à noite e na madrugada

Por ter passado por essa situação diversas vezes, tendo de sair altas horas da noite para comprar bebida em distribuidoras, Glauco viu nesse problema uma oportunidade de negócio. Foi assim que surgiu a ideia de criar a empresa Salva Festa que, desde abril de 2011, funciona como um serviço de entregas de bebidas à noite e na madrugada, de Goiânia (GO).

De acordo com o empresário, o serviço oferecido pela empresa é uma novidade, que surgiu nos últimos três anos, para oferecer maior comodidade e praticidade aos clientes, já que é só ligar, fazer o pedido e aguardar a entrega. Os principais produtos comercializados e entregues pela Salva Festa são cervejas, refrigerantes e bebidas destiladas, além de itens de conveniência, tais como carvão e gelo, dentre outros. Em média, são realizados 130 atendimentos por mês, principalmente para o público das classes A e B, de ambos os sexos, com idade entre 25 e 45 anos, informa Glauco.

São dois colaboradores responsáveis pela entrega, atendendo todos os bairros da capital goiana, com taxa de entrega no valor único de R$ 6. Sobre o preço dos produtos, o empresário explica que depende do pedido, já que são diversos tipos de produtos oferecidos para entrega. Porém, ele ressalta que os valores cobrados são os mesmos de distribuidoras de bebidas e lojas de conveniência.

A empresa oferece o serviço de entrega de quarta a domingo, em horários diferentes, sendo que na quarta-feira, o funcionamento é das 20 horas até 1 hora, de quinta a sábado, das 19 às 4 horas e, no domingo, o cliente pode solicitar o atendimento das 15 às 22 horas. Os pedidos podem ser feitos por telefone e por meio da página da empresa na internet (www.salvafesta.com). No site, é possível, inclusive, saber o valor de cada item disponível para entrega. “O cliente liga, faz o pedido e tem a opção de pagar em dinheiro ou no cartão de débito na máquina móvel, no local da entrega. Temos também a loja eletrônica, no site, na qual o cliente pode escolher os produtos e pagar pela internet”, destaca.

Investimento

Antes de colocar a ideia em prática, de ter o próprio negócio, Glauco revela que avaliou o mercado e outras questões ligadas ao mundo empresarial. “Verifiquei se teríamos público, se os preços seriam acessíveis a ponto de serem competitivos e como faríamos a logística de entrega”, acrescenta. No total, de acordo com o empresário, foram investidos R$ 18 mil na abertura da empresa, direcionados para a compra de equipamentos e a divulgação.

Glauco enfatiza, ainda, que é formado em Psicologia e concilia o trabalho de bombeiro militar com a Salva Festa, mas é um desafio. “Empresa nova, segmento novo. Então, isso gera desconfiança e insegurança. No início, foi mais difícil, porque o público não conhecia. Aos poucos, estamos sendo vistos e as vendas têm aumentado progressivamente”, avalia. A expectativa do empresário é quitar o investimento inicial até o final deste ano e, para os próximos anos, trabalhar para alcançar uma renda anual de R$ 50 mil.

Agência Sebrae