Suspenso por 15 dias, Santana Gomes não vai recorrer

Vereador foi único punido; outros processos foram arquivados (Foto: Câmara de Goiânia)

O vereador Santana Gomes (PSD) terá férias forçadas e não remuneradas de 15 dias. Isso porque ele foi punido pelo Conselho de ética da Câmara e não vai recorrer da decisão. Santana foi o único vereador suspenso após processo que avaliou a relação dos parlamentares com o contraventor Carlinhos Cachoeira. Os outros nove processos foram arquivados.

A decisão foi tomada na última quarta-feira, dia 23. O vereador, que está fora de Goiânia para tratamento médico, disse apenas que assinou a notificação.

De acordo com o presidente do Conselho de Ética da Câmara, Anselmo Pereira (PSDB), o colega Santana não foi punido pela relação de amizade que assumiu com o contraventor, mas por “mau comportamento ético”.