Triatleta tenta ascensão no mundo dos negócios

Santiago Ascenço tenta vencer também no campo empresarial

Tricampeão do Troféu Brasil de Triatlo e um dos atletas de maior expressão do País na atualidade, o goiano Santiago Ascenço, 31 anos, tenta vencer também no campo empresarial. Por meio da empresa Santiago Ascenço Assessoria Esportiva, fundada sete anos atrás, ele mostra aos empresários de Goiás o benefício proporcionado pela atividade física regular.

“A meta é implantar a cultura esportiva nas empresas. Ter empregados com qualidade de vida gera melhores resultados financeiros, independente de a empresa ser pequena, média ou grande”, explica Ascenço.

O mercado goiano ainda patina nessa área. Tanto é que o atleta ainda não pode deixar as competições para se dedicar apenas à empresa. “Hoje, metade da minha renda vem da empresa e a outra metade dos patrocinadores e corridas”, fala Ascenço. Porém, ele está confiante em uma mudança até sua aposentadoria – pretende correr até os 40 anos.

“Cinco anos atrás, organizávamos maratonas em Goiás com 200 competidores. Hoje, já temos provas com duas mil pessoas. Isso é sinal de mudança. A própria orientação do cidadão tem crescido. Ele sabe que precisa praticar alguma atividade física”, explica o triatleta.

Paralelo às competições e a administração da empresa, Ascenço aproveita os raros tempos livres para aprender. Ele, inclusive, já fez cursos de gestão no Sebrae e garante que aprendeu bastante. “São métodos que você já tem na cabeça, mas não sabe como colocar em prática. E o curso ensina isso, como gerir com sucesso”.

No primeiro semestre deste ano, Santiago Ascenço foi segundo colocado no ‘Ironman Brasil’, depois de ter liderado a maior parte da prova – chegou três minutos após o campeão Ezequiel Morales, argentino, que hoje vive em Florianópolis (SC). Para o segundo semestre, o goiano quer bons resultados no ‘Mundial de Triatlo de Las Vegas (EUA)’, em setembro, e nas três últimas etapas do ‘Troféu Brasil de Triatlo’.

Warlem Sabino / ASN