Viaduto guilhotina

Motoristas que usualmente trafegam no cruzamento da Avenida 85 com a Avenida T-63, no Setor Bueno, correm risco de ver despencar, sobre suas cabeças, uma das placas do viaduto da praça Simão Carneiro. Na última quarta-feira, 22, o corpo de Bombeiros foi acionado para retirar da pista placas que se soltaram e caíram na via.

O presidente do Instituto de Arquitetura, Eurípedes Monteiro de Oliveira Júnior, explicou ao G1 que como a obra sofre com vibrações, se dilata com o calor, recebe sol, chuva e o concreto se comporta diferente das placas de alumínio, os pequenos reparos são obrigatórios.

De acordo com ele, apenas uma manutenção não resolveria o problema. “Agora tem que ser um trabalho muito grande e que vai envolver um custo muito alto para a recuperação. Esse trabalho tem que ser feito, se não a estrutura vai degradar cada vez”, afirma Eurípedes Monteiro.