Renan e Sarney são os próximos a caírem em grampo de Machado

0
6
Renan e Sarney
Presidente do Senado Renan Calheiros e ex-presidente José Sarney também foram gravados (Foto: Agência Brasil)

O assunto nesta terça-feira (23) não foi outro senão o vazamento de áudio em que o ministro do Planejamento Romero Jucá declarava que impeachment de Dilma foi uma estratégia para conter a Operação Lava Jato. Mas, por incrível que pareça, essa deve ser somente a ponta do iceberg.

Segundo o blog de Lauro Jardim, do “Globo”, o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado não gravou apenas Romero Jucá. Ele também teria capturado conversas do presidente do Senado Renan Calheiros e do ex-presidente José Sarney, ambos do PMDB.

LEIA MAIS: A orgia do Jucá – JOGO LIMPO com Rodrigo Czepak

Ainda de acordo com o colunista, quem teve acesso aos áudios diz que o que foi revelado hoje em relação a Jucá “não é nada” comparado ao que Renan e Sarney disseram.

As gravações foram obtidas em virtude de um acordo de delação premiada que Sérgio Machado negocia com a Procuradoria-Geral da República desde março e que foi selado na semana passada.

Implicações

Além de ter gravado e implicado diretamente Jucá, Renan e Sarney, Machado também comprometeu outros dois senadores peemedebistas: Jáder Barbalho e Edison Lobão.

A delação de Machado agora aguarda a homologação do ministro Teori Zavascki.