PM encontra menina com sinais de espancamento em Goiás

espancamento
Adolescente viveria em cárcere privado e seria submetida a constante espancamento (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

A Polícia Militar encontrou uma adolescente de 17 anos com impressionantes sinais de espancamento pelo corpo. Descoberta foi feita na última sexta-feira (20), em Formosa (GO), entorno do Distrito Federal – 287 km de Goiânia. A suspeita é de que o pai e a madrasta eram autores do espancamento e mantinham a garota em cárcere privado.

Tudo ocorreu depois de uma denúncia feita ao Conselho Tutelar. Segundo informações preliminares, a garota não frequentava a escola e era constantemente espancada.

LEIA MAIS: “Ele estava determinado a me matar”, diz Ana Hickmann em entrevista a Rede Record

A vítima morava com o pai e a madrasta havia apenas um ano. A mãe mora no Nordeste.

“Exagero”

O pai da adolescente afirmou à polícia que teria “exagerado em uma surra” que aplicou na filha. Mas um laudo médico desbancou o depoimento ao constatar marcas de lesões antigas.

Caso é investigado pela Polícia Civil e a vítima foi encaminhada para um abrigo da cidade.

Comentários do Facebook