A palavra do momento: “AUMENTO”

Andréia Magalhães é docente na Estácio de Sá/GO, IPOG e Diretora na CGJGO
Andréia Magalhães é docente na Estácio de Sá/GO, IPOG e Diretora na CGJGO

O que significa a palavra aumento segundo os dicionários: acréscimo, adição, incremento, crescimento, avanço, alta, elevação, encarecimento, majoração, sobre preço, subida. Agora qual a definição desta palavra para a população: falta de dinheiro, menor poder de compras, redução de salário, aperto doméstico, sacrifício no lar, alopecia, depressão, insônia.

Aumento quase se torna um vocábulo obrigatório e não deveria ser, já que a evolução do valor dos bens faz com que a sociedade sofra com a redução no poder de compras.

Fala-se muito em situação econômica controlada, mas vale ressaltar que as notícias dão conta de que os preços dos alimentos se elevam quase diariamente, aliás, na velocidade da luz. E, se fosse só o mantimento que subisse de valor estava ótimo.

É quase uma cadeia alimentar essa situação, onde uma alta puxa a outra. Especialmente nesse ano de 2014, tudo está mais valorizado, seriam a proximidade da copa do mundo ou as eleições nacionais ou é o clima?

Esse cenário atual é no mínimo curioso, porque a culpa agora é da falta chuva que anda causando o aumento no preço dos alimentos e proporcionalmente a energia elétrica o acompanha. Em consequência disso vem a evolução do valor de passagem, combustível, imposto e por aí vai.. e, se o clima anda bem, tudo acontece da mesma maneira.

Essas breves palavras com muita humildade tem a intenção de trazer ao leitor à reflexão sobre o seu empobrecimento precoce e vertiginoso, onde há a urgente necessidade de observar melhor o comportamento da governança pública que pouco faz pelo cidadão do Brasil.

Comentários do Facebook