Auxílio Emergencial visa atenuar efeitos da crise do coronavírus entre as famílias mais vulneráveis do Brasil | Foto: Marcos Santos/USP Imagens e Leonardo Sá/Agência Senado
Auxílio Emergencial visa atenuar efeitos da crise do coronavírus entre as famílias mais vulneráveis do Brasil | Foto: Marcos Santos/USP Imagens e Leonardo Sá/Agência Senado

Novos beneficiários do auxílio emergencial poderão sacar até R$ 4.800 de uma só vez. Isso porque o depósito apenas poderá ser feito até o dia 31 de dezembro.

E algumas cotas serão pagas em parcela única antes de terminar o ano.

Isso ocorreu porque, no final de outubro, o Governo Federal liberou 95 mil novos aprovados no auxílio emergencial.

Eles têm o direito às parcelas de R$ 600 e R$ 1.200, pagos para as mães chefes de família. Assim, poderão sacar até 4 parcelas de uma vez.

Apenas não receberam mais porque muitos não foram classificados para as cotas adicionais.

O novo valor é de R$ 300, que é pago para quem recebeu a 1ª vez em abril.

Parcelas

Ao todo, o programa deve pagar 9 parcelas.

Cinco de R$ 600 ou R$ 1.200 (para mães solteiras) e as 4 últimas de R$ 300 e R$ 600, respectivamente.

LEIA MAIS: Com R$ 300 mil em bens, 14 candidatos receberam auxílio


Acompanhe a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook